fbpx

Melhorias na capacitação profissional e valorização de aspectos sociais no setor chamam a atenção de pesquisadores

Durante três anos o Geopi – Grupo de Estudos sobre Organização da Pesquisa e da Inovação do Departamento de Política Científica e Tecnológica do Instituto de Geociências/Unicamp, analisou aspectos econômicos, sociais, ambientais e de capacitação no setor sucroalcooleiro e desenvolveram um software para ajudar na aplicação da metodologia de avaliação de impactos, conhecida como metodologia ESAC. “Em geral, o segmento apresentou evolução nas quatro dimensões avaliadas, notadamente nos aspectos sociais, nos ítens qualidade de vida, capacitação do trabalhador, condições de trabalho e de emprego. Houve também ligeira melhoria em termos econômicos e ambientais”, enfatiza o pesquisador Mauro Zackiewicz.

Confira matéria completa na edição de setembro do JornalCana.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X