fbpx
JornalCana

Melhor aproveitamento de ativos aumenta produtividade em usinas

Pesquisa com base na comparação dos balanços de duas usinas brasileiras, apontam que o melhor aproveitamento de ativos aumenta de 3% à 7% o resultado operacional líquido das empresas. “A pesquisa leva em consideração os gastos fixos, variáveis e a produtividade das usinas”, afirmou o gestor de negócios e responsável pela pesquisa Jeferson Fernando Hining.

A metodologia de comparação utilizada pelo pesquisador foi a (OEE) “Overall Equipament Effectivences” ou Eficiência Geral de Equipamento. “As pesquisas indicam que o resultado de 1% no OEE, por exemplo, gera um impacto no resultado financeiro das empresas” explicou Jeferson.

“O Setor sucroalcoleiro tem um impacto enorme para a economia brasileira e ainda tem muitas oportunidades de aumento de produtividade, no campo e na indústria”, ressaltou o pesquisador.

“A busca constante e inteligente destes ganhos é o caminho para o setor superar a crise financeira que muitas empresas têm passado”, completou.

O gestor de negócios e pesquisador, foi gerente de PQSE da Bunge – Divisão de Açúcar e Bionergia, gerente geral da Usina Moema (Bunge) e da usina Pedro Afonso (Bunge). Jeferson Hining é um dos palestrantes do curso de Caldeiras, Vapor e Energia, promovido pelo grupo ProCana-Sinatub, nos dias 12 e 13 de julho no hotel Oásis Tower em Ribeirão Preto(SP). Para mais informações clique aqui.

Veja os tópicos que serão abordados por Jeferson Hining em sua palestra:

  • Os principais tópicos da palestra: O ativo
  • Conceito e aplicação do OEE
  • Modelo prático de uso do OEE
  • Dicas de implementação da ferramenta
  • Impacto da melhoria do indicador OEE no resultado financeiro da empresa

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram