fbpx
JornalCana

MCD Transmissão é a solução em cubos redutores finais

Especializada em manutenção de máquinas agrícolas, empresa atua em todo o Brasil

Especializada em manutenção e restauração de cubo redutor final de colhedora de cana, escavadeira hidráulica e máquina florestal, a MCD Transmissão foi fundada em 2007, pelo empresário Márcio Fortunato Vieira, CEO da companhia.

Com sede em Dracena, interior do estado de São Paulo, região de Presidente Prudente, a empresa está estabelecida em um galpão de 1.000m² e conta com uma equipe de 20 colaboradores e frota de cinco veículos para atender a sua grande demanda.

Segundo o CEO, a MCD Transmissão presta serviços para diversos clientes em todo território nacional, desde as usinas de grande, médio e pequeno porte, até produtores rurais. “Nossa equipe é formada por colaboradores capacitados para atender às necessidades dos clientes”, afirma Fortunato.

LEIA MAIS >RenovaBio: metas preliminares serão de 24,86 milhões de CBIOs em 2021

Entre os serviços prestados, a empresa realiza o processo de restauração das máquinas, que consiste no conserto da redução final, proporcionando, portanto, que a mesma volte à sua função normal, com 100% de eficiência. Já o processo de manutenção preventiva condiz com a correção de falhas antes mesmo que elas ocorram, isto é, entre safras, evitando risco de paralização na produção. Atualmente, a MCD só realiza a negociação para a redução final de colhedora de cana John Deere (modelos Bonfiglioli e Espanhol) e Case, Escavadeira Hidráulica e Máquinas Florestais.

Há quatro anos, o CEO Márcio Fortunato criou uma grande inovação no setor sucroenergético brasileiro de altíssima qualidade, e acessível. Trata-se do Sistema de Rolamento Cônico “Capa Cone” na Engrenagem Planetária. O pedido de patente da inovação foi publicado no dia 28/06/2020, na Revista de Propriedade Industrial (RPI) sob o nº BR 2020190092616.

Nesse projeto, os rolamentos cilíndricos do sistema planetário foram substituídos pelos rolamentos cônicos NSK30206, em razão das reiteradas quebras. Dessa forma, os rolamentos cônicos foram dimensionados, a fim de que, trabalhando em condições severas de rodagem e operação, em baixa ou alta velocidade, suportam os giros e forças maiores, dando assim maior vida útil à redução. “É 100% eficiente”, disse o CEO da empresa.

LEIA MAIS > São Martinho reduz em 7,5% as emissões de GEE

Os rolamentos cônicos têm pistas de anel interno e externo cônicas e rolos cônicos. Eles são adequados para suportar cargas combinadas, ou seja, cargas axiais e radiais atuando simultaneamente. As linhas de projeção das pistas se encontram em um ponto comum no eixo do rolamento. O sistema de rolamento da MCD (foto) é instalado em todas reduções finais, o que proporciona aos clientes um produto bom, acessível e duradouro. “São mais de 15 mil reduções finais rodando em todo o Brasil”, conclui Vieira.

 

 

 

 

 

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram