fbpx

Margens e impostos equivalem a metade do preço do diesel, afirma diretor da ANP

Afirmação é Décio Oddone, diretor-geral da ANP

Oddone, da ANP (Foto: Agência Brasil/Divulgação)

As margens da distribuição e da revenda e os impostos equivalem a metade do preço do óleo diesel.

A afirmação é de Décio Oddone, diretor-geral da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) em entrevista ao jornal Valor Econômico.

E a outra metade da composição do preço do diesel?

Segundo o diretor da ANP, a outra metade do preço do diesel refere-se ao valor do petróleo, matéria-prima do combustível.

As atuais discussões sobre o preço do diesel, ampliadas na sexta-feira (12/04) com o recuo da Petrobras no reajuste de 5% que tinha concedido na véspera, devem ser reavaliadas.

Como devem ser feitas essas reavaliações?

Essas reavaliações, conforme disse o executivo na entrevista, precisam focar na política de preços da Petrobras porque “a atual discussão sobre reajuste do diesel evidencia apenas uma parte do problema, pois a commodity representa cerca de 50% do preço.”

É preciso maior competição entre distribuidoras

Funcionário por 30 anos da Petrobras, e no comando da ANP desde o fim de 2016, Oddone critica, na entrevista ao Valor, a falta de melhor transparência sobre a política de preços de combustíveis adotada pela Petrobras.

Por que falta melhor transparência?

A estatal promove reajustes conforme a variação dos preços internacionais do petróleo.

Oddone concorda que “a única maneira de reduzir preço de combustível de forma estrutural no Brasil é seguir a paridade de importação.”

Ele afirma, no entanto, ser favorável a uma maior competição no segmento de distribuição e de revenda de combustíveis.

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X