fbpx

“Mais do que vender etanol, nosso papel é vender a política do etanol”, diz presidente da UNICA

Confira posicionamento de Evandro Gussi

A região Centro-Sul do País chega ao fim de mais uma safra, a 2019/20, alcooleira.

A produção de biocombustível deve chegar a 33 bilhões de litros, em alta de 7,1% sobre a temporada 2018/19.

“É uma safra superalcooleira”, afirmou Evandro Gussi, presidente da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA), durante entrevista coletiva na manhã desta terça-feira (17/12).

Durante a coletiva, Gussi destaca que o setor sucroenergético consegue reduzir a emissão de gás carbônico (CO2) equivalente em 80 milhões de toneladas.

“Isso nos dá orgulho e temos um potencial enorme para crescer isso”, disse.

Segundo Gussi, “mais do que vender etano para outros países, nosso grande papel é vender a política do etanol.”

“Mostrar aos países como o Brasil tem como reduzir emissões de poluição e tem solução testada há 40 anos, sem oferecer grandes estudos, investimentos”, emendou.

Conforme o presidente da UNICA, “reduzimos a emissão de 80 milhões e isso hoje é monetizado mundo afora.”

Açúcar

Durante a coletiva, Gussi explicou que, apesar da “concorrência desleal no mercado internacional, com preços deprimidos”, a safra 19/20 registra incremento de 0,72% na produção de açúcar.

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

doze + 6 =

X