fbpx

Lula diz que OEA está “de portas e janelas abertas” para Cuba

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta segunda-feira que o fim da exclusão de Cuba da Organização dos Estados Americanos (OEA) foi uma decisão importante, mas que a entrada efetiva da ilha na entidade é uma “outra história”. Semana passada, a OEA revogou uma resolução de 1962 que expulsava a ilha da entidade. A medida abre caminho para reincorporação de Cuba ao organismo.

“Agora, se os cubanos vão entrar (na OEA) ou não é outra história. Até agora não tem sinal de que os cubanos queiram voltar à OEA. Mas, de qualquer forma, a porta e as janelas estão abertas para os nossos amigos cubanos”, disse Lula no programa semanal de rádio “Café com o Presidente”.

A decisão de retornar ou não à OEA dependerá de Havana, que terá de se ajustar aos valores democráticos e de direitos humanos que regem o organismo, como querem os Estados Unidos.

“Para nós foi muito importante, porque isso n ão implicou numa derrota dos Estados Unidos, isso não implicou numa derrota dos países que fazem parte da Alba (Alternativa Bolivariana das Américas); ou seja, no fundo, no fundo, mais uma vez, prevaleceu o consenso e nós conseguimos construir uma proposta que atendeu aos interesses de todo mundo”, disse Lula.

Nas reuniões da entidade, os EUA buscaram incluir condições sobre democracia e direitos humanos para votar a favor da anulação da antiga resolução. Segundo Lula, a posição da Alba–liderados por Venezuela, Bolívia e Nicarágua – é de que não houvesse condições para a entrada da ilha na OEA.

Tanto Fidel Castro como seu irmão, Raul, afirmam que a OEA é um instrumento dos Estados Unidos e que não estão interessados em retornar.

Brasil e muitos outros países da região defendem, ainda, o levantamento do embargo econômico dos EUA à ilha, em vigor desde 1962, no contexto da Guerra Fria.

ETANOL PARA OS EUA

O presidente brasileiro também fez coment ários sobre a recente viagem pela América Central, na qual visitou El Salvador, Guatemala e Costa Rica, países parceiros dos Estados Unidos e que são, possíveis portas para a entrada do etanol brasileiro, sobretaxado quando é vendido diretamente para os EUA.

“Todos estes países têm tratado de livre comércio com os Estados Unidos e é importante que a gente construa parceria, sobretudo, na área do biocombustível, para que a gente possa, através deles, vender o etanol brasileiro aos Estados Unidos”, disse.

O presidente ainda comentou sobre as buscas dos corpos e destroços do desastre aéreo envolvendo o Airbus A330 da Air France, após 17 corpos terem sido encontrados neste fim de semana.

Lula afirmou que a Marinha e a Aeronáutica continuarão os trabalhos para que sejam encontrados, se possível, os 228 corpos que estavam a bordo do avião, bem como mais destroços da aeronave.

“Principalmente, os corpos. Nesse momento de dor não vai resolver o problema, mas já é um conforto imenso para a família, saber que poderá enterrar seu ente querido”, completou.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X