fbpx
JornalCana

Limite de ICMS pode aumentar a porcentagem do mix de produção de açúcar

Até então, usinas paulistas destinavam matéria-prima para a fabricação

Com o início tardio do início da safra 2022/23 a produção de açúcar nas usinas paulistas continua em ritmo inferior ao da temporada passada, mas a disponibilidade do cristal Icumsa 180 vem aumentando no spot paulista.

De acordo com o levantamento do Cepea, os preços médios do açúcar cristal seguiram em queda em quase todo mês de maio no mercado spot do estado de São Paulo.

“No final do mês, os valores reagiram, devido à postura mais firme de agentes de usinas, que restringiram as ofertas do cristal para negociações de pronta entrega”, afirma o relatório.

LEIA MAIS > Brasil ocupa a 6ª posição no ranking de países com maiores áreas irrigadas no mundo

Segundo agentes consultados pelo Cepea, os lotes da cana-de-açúcar da temporada 2022/23 têm apresentado baixo teor de sacarose, resultando em menor produção de açúcar. Assim, usinas priorizaram o cumprimento dos contratos de cristal fixados anteriormente e direcionaram maior quantidade da cana para a produção de etanol.

O Indicador do Açúcar Cristal CEPEA/ESALQ (estado de São Paulo) acumulou baixa de 3,33% em maio, fechando a R$ 130,92/saca de 50 kg no dia 31. A média mensal foi de R$ 131,88/saca de 50 kg, 6,26% inferior à de abril (R$ 140,68/saca de 50 kg) e 14,60% acima da média de maio/2021 (R$ 115,08/saca de 50 kg), em termos nominais.

Informações da Unica (União da Indústria da Cana-de-Açúcar) mostram que a moagem de cana-de-açúcar na primeira quinzena de maio na região Centro-Sul somou 34,37 milhões de toneladas, retração de 17,04% em relação à de igual período de 2021 (41,43 milhões de toneladas).

LEIA MAIS > Usina Jacarezinho investe em programas de saúde para colaboradores

A produção de açúcar nos primeiros 15 dias de maio totalizou 1,67 milhão de toneladas (queda de 30,1% frente ao mesmo período da safra anterior).

No acumulado desde o início da safra 2022/23, a produção do adoçante totaliza 2,74 milhões de toneladas, bem abaixo das 4,54 milhões de toneladas do ciclo anterior (- 39,76%).

No caso do Nordeste, o ritmo dos negócios esteve lento em maio e os preços, em ligeira queda. A oferta permaneceu concentrada em poucas usinas, visto que algumas unidades já encerraram seus estoques, enquanto outras estiveram fora do mercado, devido aos estoques reduzidos da commodity.

Colaboradores do Cepea indicam que alguns compradores adquiriram o adoçante da região Centro-Sul do país, principalmente de Goiás.

Segundo o Sindaçúcar-AL, na safra 2021/22, foram processadas 18,2 milhões de toneladas de cana, 7% acima do volume moído na temporada anterior.

Desse total, 15,8 milhões de toneladas foram destinadas à produção de açúcar, resultando em 1,4 milhão de toneladas do adoçante (sendo 1,08 milhão de toneladas de VHP, 281,567 mil toneladas de cristal e 44,378 mil toneladas de refinado).

LEIA MAIS > Tereos realiza testes com veículos da frota agrícola abastecidos com biometano

Em maio/2022, o Indicador mensal do açúcar cristal CEPEA/ESALQ de Pernambuco foi de R$ 153,67/sc de 50 kg, queda de 0,3% frente a abril/2022, mas alta de 28,18% em relação a maio/2021, em termos nominais. Em Alagoas, o Indicador mensal foi de R$ 152,56/sc, baixa de 0,16% em relação a abril/2022, porém, avanço de 26,1% frente a maio/2021, também em termos nominais.

Na Paraíba, o Indicador mensal do cristal CEPEA/ESALQ foi de R$ 152,17/sc, recuo mensal de 0,31%, mas elevação anual de 31,43%.

No mercado internacional, as cotações do demerara subiram em maio, tendo como suporte os dados da Unica indicando baixa produção brasileira neste começo de safra.

Além disso, a Archer Consulting também reduziu a estimativa de produção de cana-de-açúcar na região Centro-Sul do Brasil, passando de 552 milhões de toneladas para 548 milhões de toneladas para a atual temporada 2022/23.

O fato de se esperar que o atual ciclo seja mais alcooleiro também deu suporte aos preços externos.

LEIA MAIS > Indianos conhecem tecnologia brasileira de produção de etanol

Porém, conforme mostra as análises conjunturais realizadas mensalmente pelo Cepea, no final de maio, as cotações do demerara perderam força, após a confirmação de que geadas não prejudicaram a cana na região Centro-Sul do Brasil.

Além disso, foi aprovado na Câmara dos Deputados o limite de ICMS sobre combustível, que estabelece um teto entre 17% e 18%. A medida deixará a gasolina um pouco mais barata e diminuirá a competitividade do etanol frente ao combustível fóssil.

Com isso, as usinas brasileiras poderão aumentar a porcentagem do mix de produção de açúcar, o que pode elevar a oferta para exportação. Esse projeto de lei ainda segue para votação no Senado Federal.

“Cálculos do Cepea indicaram que, em maio/2022, as vendas internas do açúcar remuneraram, em média, 11,78% a mais que as externas. Esse cálculo considera o valor médio do Indicador CEPEA/ESALQ e do vencimento Julho/22 do Contrato nº 11 da Bolsa de Nova York (ICE Futures), prêmio de qualidade estimado em US$ 70,32/tonelada e custos com elevação e frete de US$ 51,59/tonelada”, informa o levantamento do centro.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram