JornalCana

Leilão de energia de biomassa é realizado

Bagaço de cana: fonte para produzir eletricidade nas usinas
Bagaço de cana: fonte para produzir eletricidade nas usinas

Começou por volta das 10h desta sexta-feira (21/08/15) o 22º Leilão de Energia Nova A-3 para início de fornecimento em janeiro de 2018.

Realizado pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), em São Paulo, o leilão negocia também empreendimentos térmicos a biomassa.

A Empresa de Pesquisa Energética (EPE), do Ministério de Minas e Energia, habilitou 371 projetos, sendo as eólicas com a maior parte com 91% do número de projetos, ou 338 empreendimentos, 17 PCHs, 13 UTEs a biomassa e outras três a gás natural.
Os preços inicial determinados para essa disputa estão em R$ 216/MWh para as PCHs, R$ 218/MWh para a fonte térmica e em R$ 184/MWh para eólicas.
O leilão é feito em duas fases. Na primeira, os empreendimentos serão classificados por ordem de preço, considerando-se a capacidade de escoamento para cada ponto de conexão ao SIN.
Será dada prioridade para a conexão dos empreendimentos hidrelétricos, seguidos pelas fontes termelétricas e, por fim, pelos empreendimentos eólicos.
Já na segunda fase, estarão aptos a negociar, em cada produto, os empreendimentos vencedores da primeira fase.

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram