fbpx
JornalCana

Jalles Machado investirá R$ 517 milhões para ampliar moagem

Capacidade industrial da companhia passará para 6,3 milhões de toneladas

A Jalles Machado divulgou nesta quarta-feira (21) que foram aprovados os investimentos necessários para a expansão em um milhão de toneladas no volume de moagem em suas duas unidades industriais, a Unidade Jalles MachadoUJM e a Unidade Otávio Lage – UOL, localizadas em Goías.

“Os investimentos fazem parte do plano de crescimento da companhia com o uso dos recursos da Oferta Pública Inicial de ações (IPO), conforme mencionado no prospecto do IPO”, afirma a companhia em comunicado enviado ao mercado.

Assim serão investidos, ao longo das safras 2021/22, 2022/23, 2023/24 e 2024/25, o total de R$ 517,4 milhões para aumentar o volume de matéria-prima disponível e a capacidade industrial da UJM em 300,0 mil toneladas e da UOL em 700,0 mil toneladas, totalizando 1,0 milhão toneladas nas duas unidades.

Segundo a empresa, do volume total a ser investido, R$ 231,2 milhões serão direcionados para os parques industriais e armazenagem; R$ 148,2 milhões em plantio e maquinários agrícolas; R$ 45 milhões em irrigação objetivando ganho de produtividade, e R$ 93,0 milhões em cogeração de energia na UOL, nas operações desenvolvidas com a Albioma Codora Energia.

LEIA MAIS > Colombo Agroindústria S/A: Modernização que conquista resultados

O escopo dos investimentos inicialmente previsto foi ampliado, decidindo a companhia pela aquisição de uma nova caldeira de maior capacidade e outros equipamentos de cogeração, no valor total de R$ 93,0 milhões. Com a nova caldeira será possível à substituição do recolhimento de palha por volume de bagaço incremental, que possibilitará redução de custos de aproximadamente R$10,0 milhões/ano, processar na UOL até 3,5 milhões de toneladas, ou seja, 500 mil toneladas a mais do que o projeto inicial, sem novos investimentos em geração de vapor em eventual novo plano de expansão, e maior flexibilidade para a produção de açúcar orgânico e convencional na UOL.

Observado o cronograma de plantio e demais investimentos industriais e em maquinários, a companhia espera que o volume de moagem adicional de 1,0 milhão de toneladas seja integralmente atingido na safra 2024/25. Dessa forma, estima-se que a capacidade industrial das duas unidades passará de 5,3 milhões para 6,3 milhões de toneladas.

 

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram