fbpx

Jalles Machado assina empréstimo de US$ 27,5 milhões

Acordo foi firmado com a IFC, membro do Grupo Banco Mundial

A Jalles Machado, sediada no estado de Goiás, contratou empréstimo de longo prazo de até US$ 27,5 milhões com a IFC, membro do Grupo Banco Mundial.

O financiamento apoiará a usina no enfrentamento dos impactos econômicos causados pela pandemia da COVID-19, preservando a liquidez financeira e empregos no setor de agronegócios, que é fundamental para a economia brasileira.

A acordo prevê que o investimento da IFC na Jalles Machado inclui um empréstimo de até US$ 20 milhões pelo prazo de sete anos com recursos próprios da IFC, e um empréstimo de até US$ 7,5 milhões pelo prazo de cinco anos, mobilizado junto ao Rabobank.

Os recursos serão destinados para assegurar que a companhia continue desempenhando um papel importante na resposta à COVID-19 no estado de Goiás, aumentando sua capacidade de produção de produtos sanitizantes e aprimorando suas embalagens, garantindo assim o fornecimento contínuo desses produtos essenciais para o enfrentamento da pandemia.

LEIA MAIS >Diretor da Jalles Machado elenca três desafios para o restante da safra
Otavio Lage de Siqueira Filho

O financiamento da IFC auxiliará a empresa no fortalecimento do seu capital de giro e no reforço da liquidez, além de viabilizar a criação de um novo motivador de negócios durante a redução temporária da demanda por etanol combustível. Cliente da IFC desde 2017, a Jalles Machado adotou e implementou os Padrões de Desempenho Social e Ambiental da IFC, ajudando a elevar o benchmark de sustentabilidade do setor.

“Desde o primeiro empréstimo, em 2017, a IFC tem nos apoiado de forma relevante não só via financiamento a investimentos mas, especialmente, na nossa busca por melhorias dos padrões de sustentabilidade socioambiental da empresa. Este novo empréstimo chancela a nossa boa parceria de longo prazo, que se mostra ainda mais importante em momentos de incertezas econômicas como o atual”, afirma Otavio Lage de Siqueira Filho, diretor-presidente da Jalles Machado.

“A IFC se alia aos seus clientes para auxiliar o Brasil a enfrentar os impactos econômicos negativos causados pela pandemia”, afirmou Carlos Leiria Pinto, gerente Geral da IFC no Brasil.

LEIA MAIS > Jalles Machado doa 25 mil litros de álcool 70% para região de Goianésia/GO

“O agronegócio é um setor fundamental para a economia brasileira. Além de apoiar o aumento da produção da Jalles Machado, o investimento da IFC permitirá à empresa um protagonismo essencial durante a pandemia e estimulará, de modo geral, melhorias nos padrões de sustentabilidade na indústria de açúcar e etanol do país”, acrescenta.

Nos últimos cinco anos fiscais, a IFC investiu mais de US$ 1 bilhão no setor brasileiro de agronegócios e florestas, em investimentos de longo prazo, incluindo US$ 479 milhões via mobilização de recursos de terceiros.

No ano fiscal de 2020, os investimentos de longo prazo da IFC no Brasil, em todos os setores, totalizaram US$ 2,2 bilhões, incluindo US$ 615 milhões em mobilizações de recursos de terceiros.

“A IFC vem investindo no setor privado brasileiro desde 1957 para endereçar os principais desafios de desenvolvimento do país, incluindo os de urbanização, inclusão social, competitividade e produtividade, e gerenciamento de recursos naturais”, afirma a instituição.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

um × quatro =

X