fbpx

Jacto apresenta um novo conceito para a colheita da cana

A nova colhedora de Cana Hover 500 irá proporcionar mais produtividade e economia

A Jacto anunciou nesta quarta-feira (19), em coletiva online, a entrada no mercado de colheita de cana, além de novos equipamentos para os segmentos tradicionais da marca, como pulverização e agricultura de precisão, lançando ao todo, seis equipamentos: colhedora de cana Hover 500, pulverizador autônomo Arbus 4000 JAV, as plantadeiras Lumina 400 e Meridia 200, a plantadeira automotriz Uniport Planter 500 e a o Ecossistema digital Jacto Connect.

“Este é um marco de novos tempos para nós, como uma empresa que há 72 anos tem contribuído para a agricultura e com o olhar voltado para o futuro e de onde queremos estar nos nossos 100 anos. Essa amostra de produtos e serviços, alguns com entrada no mercado já em 2020 e outros nos anos subsequentes, reforçam o DNA inovador da empresa, em busca de novidades que façam sentido para o campo e que sejam instrumento de competitividade para o agricultor do Brasil e do mundo diante de um cenário mais exigente e desafiador”, disse Fernando Gonçalves, diretor presidente da Jacto.

LEIA MAIS > Elevada umidade impedirá ocorrência de geadas nas áreas produtoras de cana

A entrada em novos segmentos de mercado faz parte das estratégias da companhia para o crescimento. “Significa criar novas linhas de produtos, entrar em novos mercados e avançar no exterior”. É exatamente isso que estamos fazendo”, explica Gonçalves, que complementa: “as inovações devem estar baseadas em novas premissas, como a digitalização, a eficiência e a produtividade no campo, a rastreabilidade da produção e a atenção a um consumidor cada vez mais ativo e engajado em práticas e ações sustentáveis. Por isso, a inovação constante é um fator decisivo para que o agricultor, centro da cadeia produtiva, produza mais e melhor”, afirma.

A nova colhedora de Cana Hover 500 irá proporcionar mais produtividade e economia, uma vez que tem o diferencial de colher simultaneamente duas linhas, com potencial redução de até 35% no consumo de litros de combustível por tonelada de cana colhida.

O design diferenciado da plataforma de colheita flutuante na parte frontal da máquina permite que a colhedora se adapte às irregularidades do solo, proporcionando um corte de maior qualidade, na altura adequada, diminuindo as perdas e preservando a integridade do canavial. Entre outros diferenciais inovadores, destaca-se o sistema de limpeza mais eficiente, com ventiladores radiais sopradores que limpam a cana em duas etapas.

LEIA MAIS > Plantio de cana: saiba tudo sobre manejo biológico e orgânico

Outro destaque é a redução de compactação do solo ao transitar somente em metade das entre linhas que a colhedora de uma linha transita. Esta redução da compactação do solo proporciona a preservação da soqueira da cana e um maior número de cortes do canavial, com redução de investimento em renovação.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
2 Comentários
  1. José Luiz Cavalin Diz

    Excelente notícia, o agronegócio precisa de novos equipamentos, nada melhor que a Jacto para lançar novos equipamentos, gostei muito da nova nova Colhedora Hover 500, espero que realmente apresente novos resultados em relação a eficiência, custo e menor compactação.

  2. Moisés Diz

    Bom dia, eu disse no LinkedIn e repito aqui.
    Se a Jacto manter o nível de qualidade que é peculiar em seus produtos, a Cana Hover 500 será um sucesso de mercado!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

dois × 4 =

X