fbpx

Interessado em usina da Clealco, fundo americano já controla unidade de cana no Brasil

Saiba mais sobre a Amerra Capital Managment

Desde 2018 esta unidade produtora é controlada pelo fundo americano (Foto: Arquivo)

O fundo americano Amerra Capital Managment negocia atualmente a compra de unidade produtora da Clealco.

No entanto, o JornalCana divulga conteúdo de Josias Messias no qual dificilmente os credores da Clealco darão sinal verde para o negócio.

 

 

 

Leia mais sobre o tema:

Credores não devem aceitar oferta da Amerra

 

Mas quem é o fundo Amerra?

 

Em primeiro lugar, o fundo americano já opera no setor sucroenergético brasileiro.

Desde janeiro de 2018, por exemplo, a Amerra é controladora da unidade Rio Amambaí Agroenergia (antiga Usinavi), localizada em Naviraí (MS).

O fundo tornou-se principal acionista da usina após adquirir a parcela de 50% que outro sócio, a CarVal Investors – braço da Cargill – detinha na empresa.

As duas investidoras haviam adquirido a unidade em junho de 2016 no processo de recuperação judicial da Infinity Bioenergia, então controladora da unidade produtora.

A unidade tem capacidade de moer 3,4 milhões de toneladas de cana por safra.

 

Mais sobre o fundo Amerra:

1

Foco no agronegócio 

A Amerrra Capital Management é uma gestora americana de fundos focada no agronegócio.

Administra cerca de US$ 1,2 bilhão em ativos e tem perto de 40% de sua carteira no Brasil.

Os recursos da empresa estão distribuídos nos setores de cana-de-açúcar, soja, milho, café e arroz. Tem sede em Nova York (EUA).

Clique aqui para acessar a ‘página’ da Amerra no LinkedIn

 

2

Comando

Tashjian: no comando da Amerra

Craig Tashjian dirige a Amerra.

É formado em Economia pela Lehigh University, com MBA pela Rutgers University. Está na Amerra desde 2008.

Anteriormente ocupou a diretoria da Societe Generaly e foi vice-presidente sênior do Standard Chartered Bank.

Acesse aqui a ‘página’ de Tashjian no LinkedIn.

3

Etanol de milho 

Em 27/06/2014 a Amerra divulgou ter adquirido fatia de 25% na trading de grãos Fiagril, instalada no município Lucas do Rio Verde (MT).

O valor do negócio não foi divulgado, mas é estimado em US$ 100 milhões.

Com 25% da Fiagril, a Amerra também tornou-se à época sócia da unidade produtora de etanol de milho e de sorgo F&S Agrisolution, também em Lucas do Rio Verde.

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X