fbpx

Inflação chega a 8,47%, maior valor desde 2003

A inflação no Brasil, medida pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), foi de 0,71% em abril para 0,74% em maio, divulgou hoje o IBGE.

Com isso, o acumulado dos últimos 12 meses chegou a 8,47% – bastante acima do teto (6,5%) da meta do governo.

O centro mirado pelo Banco Central (4,5%) já foi ultrapassado nos 5 primeiros meses do ano, que registram 5,34%, maior resultado para o período desde 2003.

A energia elétrica voltou a ser o maior responsável pela alta, com impacto de 0,11 ponto percentual no índice de maio, puxando o item Habitação de 0,93% em abril para 1,22% em maio.

A alta média na conta no mês foi de 2,77%, mas chegou a 10% em algumas regiões. Na média, as contas já subiram 58,47% nos últimos 12 meses, número ainda maior em cidades como Curitiba (85,51%) e São Paulo (76,49%).

Alimentação e Bebidas, item responsável por cerca de um terço do IPCA, teve a maior alta do mês, indo de 0,97% em abril para 1,37% em maio.

O preço do tomate subiu 21,38% só em maio, alta só superada pela da cebola, que subiu 35,59% no mês e 87,93% nos últimos 12 meses.

Dos 9 grupos pesquisados pelo IBGE, 3 aceleraram e 6 caíram. Transportes foi de 0,11% em abril para -0,29% em maio devido a uma queda de 23% nas passagens aéreas.

Uma alta nos valores das apostas de jogos puxou para cima o item Despesas Pessoais e o reajuste de remédios influenciou o grupo Saúde e Cuidados Pessoais.

(Fonte: Exame)

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

X