fbpx

IAC divulga medidas durante quarentena

Para o Programa Cana IAC foi criado um grupo de atividades essenciais para manutenção das pesquisas e atendimentos de maior urgência ao setor de produção

Como medidas de prevenção ao contágio do coronavírus, o Instituto Agronômico (IAC-APTA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, fez adaptações para manter as suas pesquisas em andamento e a prestação de serviços a agricultores e empresas

De acordo com o diretor-geral do IAC, Marcos Antônio Machado, procedimentos estão sendo adotados para minimizar os impactos nos experimentos e a infraestrutura está sendo readequada para atender os funcionários que estão no teletrabalho. Medidas também foram adotadas para reduzir o contato dos servidores públicos com o público externo e pesquisadores e técnicos com mais de 60 anos estão afastados das atividades presenciais.

LEIA MAIS > SIAMIG e usinas associadas começam a distribuição do álcool 70%

Para o Programa Cana IAC (Ribeirão Preto/SP) foi criado um grupo de atividades essenciais para manutenção das pesquisas e atendimentos de maior urgência ao setor de produção. Entre ele, destaque-se o Núcleo de Produção de Mudas Pré-Brotadas (MPB), onde há servidores atuando na produção, manutenção e irrigação dessas mudas. As ações de pesquisa e prestação de serviço na área de biotecnologia de cana também serão mantidas.

“Uma parte considerável das atividades tem sido executada por teletrabalho, principalmente análise do banco de dados experimentais do Programa Cana IAC e o preparo de relatórios que acompanharão as futuras variedades de cana IAC, que deverão ser apresentadas no último trimestre de 2020”, diz Marcos Guimarães de Andrade Landell, líder do Programa Cana IAC.

LEIA MAIS >Assembleia de Credores do Grupo Atvos será realizada no dia 16 de abril

Marcos Landell, Marcos Landell, líder do Programa Cana IAC.

Na área de fornecimento de sementes de cultivares IAC, uma equipe de quatro pessoas está manuseando minimamente os lotes, processando e embalando sementes de feijão, soja, triticale e aveia. A entrega das sementes será feita em um único dia da semana, por agendamento, para reduzir a interação social. “A maior procura é por venda de sementes para cereais de inverno, como trigo, triticale e aveia, além sorgo, que tem procura toda semana”, diz o pesquisador responsável pelo setor, Alisson Chiorato.

Em outras unidades do IAC estão sendo mantidas as estruturas de laboratório e experimentos em campos, onde alguns têm sistema de irrigação que precisam ser acompanhados. Os atendimentos são feitos a distância por e-mail e WhatsApp.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

dezessete + 5 =

X