JornalCana

Guatemala vai misturar 10% de etanol na gasolina a partir de 2024

País economizará cerca de US$ 75 milhões por ano em etanol de combustíveis após a implementação da mistura

(Divulgação Czapp)

O governo da Guatemala anunciou que, a partir de 1º de janeiro de 2024, toda a gasolina que circula no país deverá conter 10% de etanol.

De acordo com a Czarnikow, trading britânica de alimentos e serviços, o país está migrando para o biocombustível por várias razões. Entre elas, destaca-se o impacto ambiental positivo que a medida terá.

“Relatórios indicam que, ao adotar uma mistura de 10% de etanol, a Guatemala evitará que 7 milhões de toneladas de CO2 atinjam a atmosfera. Essa medida ajudará o país a atingir sua meta referente ao Acordo de Paris, de reduzir as emissões de CO2, em 11%, até 2030”, explica Adrian Torrebiarte, consultor da trading.

LEIA MAIS > Czarnikow reduz previsão de produção global de açúcar para safra 2022/23

Segundo ele, há razões financeiras também. “A Guatemala economizará cerca de US$ 75 milhões por ano em etanol combustível após a implementação da mistura. Essa medida também ajuda o país a reduzir sua dependência do petróleo e a aliviar os preços altos da gasolina”, afirmou.

Por último, a Guatemala está implementando uma mistura por logísticas. A Guatemala é um dos maiores produtores de açúcar do mundo. “Estimamos que a Guatemala produzirá cerca de 3 milhões de toneladas de açúcar em 2022/23”, conclui.

Efeitos da Nova Lei

A Czarnikow informa que a Guatemala produz, atualmente, 245 milhões de litros de etanol por ano. Desse total, 90% são exportados, enquanto os 10% restantes são utilizados na indústria nacional de bebidas e farmacêutica. Dessas exportações, 40% vão para a União Européia e outros 20% vão para os EUA. Uma vez que a mistura é aplicada, esses países podem precisar adquirir um novo suprimento de etanol.

LEIA MAIS >Transição energética desta década é mais complexa, pois vai levar em conta economia e meio ambiente

“Estamos interessados ​​em ver o que acontece com os preços do açúcar guatemalteco quando a mistura de etanol for aplicada. Quando os Estados Unidos prepararam a mistura etanol à gasolina, a área cultivada com milho cresceu cerca de 9%. É possível que algo semelhante aconteça com a cana-de-açúcar guatemalteca”, exemplifica Torrebiarte.

Como a Guatemala já produz um grande volume de açúcar, não será necessário importar etanol de outros países. Estudos afirmam que, para a Guatemala implementar sua mistura de 10%, serão necessários cerca de 238 milhões de litros de etanol. Com suas cinco destilarias atuais, a Guatemala pode produzir 245 milhões de litros de etanol.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram