fbpx

Gestor da Raízen propõe formas de maximizar o processo fermentativo

Para Luciano Zamberlan o caminho é não observar esta etapa somente como um KPI

Zamberlan, da Raízen

Em virtude do atual mix mais açucareiro, gestores industriais das usinas precisam ganhar novos olhos para o processo de fermentação. É preciso observar esta etapa além da eficiência fermentativa ou somente como um KPI. Esse novo olhar possibilita maximizar a performance do processo fermentativo, dentro do que a levedura pode oferecer. Essa proposição é do gerente de Processos Industriais de Etanol da Raízen, Luciano Zamberlan, que tem por experiência o case de sucesso na área de fermentação no maior grupo produtor do setor sucroenergético.

 

Ponto de atenção no processo fermentativo

O especialista ressalta que é importante para quem gere o processo fermentativo, ter uma visão geral deste ciclo e se atentar para o rendimento e, não só, para o balanço de massa. E este ponto de atenção — segundo Zamberlan — está nas perdas indiretas que acontecem nesta etapa. “Para ter uma visão geral do processo, é importante observar a sobra de ART no vinho. Para isso duas coisas são fundamentais: ter um passo a passo do trouble shooting, para analisar o processo de fermentação; e traçar um mapa mental das situação que geram desvios operacionais e desvios de inibição da levedura”, explica.

Leia também: Especialista da Tereos mostra como obter máxima eficiência em processos industriais

Atenção à matéria-prima

Zamberlan também acrescenta que é preciso estar atento à matéria-prima que entra no processo e aos infermentecíveis que podem acompanhar a cana, dependendo das condições de fábrica ou da própria matéria-prima. “Sabendo distinguir isso, conseguimos trazer um pouco mais de sensatez na operação da fermentação garantindo a maximização da performance, dentro daquilo que a levedura pode oferecer”, garante o gerente de Processos Industriais de Etanol da Raízen.

Detalhes completos serão apresentados durante Webinar

Luciano Zamberlan, da Raízen apresentará detalhes sobre como maximizar o processo fermentativo no  Webinar JornalCana que acontece hoje (17/6), que tratará também sobre os processos de tratamento do caldo, aquecimento, decantação e peneiras, sobretudo a evolução de boas práticas nestes setores que garantem a qualidade e volume do caldo que segue para a fábrica de açúcar e para a fermentação. E revelará um diagnóstico completo sobre perdas no processo industrial.

LEIA MAIS > Quanto custo as usinas podem reduzir em seus processos industriais

Focado na apresentação de conteúdo técnico, o Webinar Usinas de Alta Performance: Processos, Fermentação e Produção de Etanol,  será transmitido ao vivo e gratuitamente,  às 18h30 no horário de Brasília.

Além do gerente de Processos Industriais Etanol, Luciano Zamberlan, da Raízen, o Webinar JornalCana conta com um time completo de autoridades sobre processos; tratamento de caldo; filtragem; fermentação; destilação e desidratação. São eles: o consultor Antonio Carlos Viesser, da Viesser Consultoria; o especialista em Processos Industriais do Grupo Tereos, Carlos Eduardo Ramos da Silva — também conhecido como Tanaka; e a diretora executiva da VS Engenharia, Maria Fátima Marquini Sicchieri. O jornalista e diretor da ProCana Brasil, Josias Messias, será o moderador.

Participantes terão vídeo-aula bônus gratuita
Jaime Finguerut

Mas o conteúdo de alta qualidade não para por ai. Todos os participantes inscritos nos dois webinares — de hoje e do dia 24 — receberão um link para assistir uma vídeo-aula bônus gratuita com um dos especialistas mais gabaritados do setor. Trata-se do professor Jaime Fingerut que apresentará no dia 25 de junho uma video-aula preparada exclusivamente para o JornalCana com o tema: “Rendimento de Fermentação de cana/milho: Como medir e reduzir perdas e custos”.

Patrocínio

Este Webinar é um oferecimento das empresas:

  • Química Real — Fermentando com alta eficiência.
  • Viesser Consultoria & Treinamentos — Tudo sobre a indústria sucroenergética!
  • VS Engenharia — Tecnologia na produção de etanol.
  •  S-PAA Soteica – Software de Otimização em Tempo Real que maximiza a cogeração e a eficiência industrial, gerando ganhos superiores a R$ 1/tc em mais de 40 usinas instaladas.
Inscrições

Para assistir o webinar Ao Vivo e garantir a vídeo-aula bônus é necessário fazer a inscrição.

Para se inscrever, clique AQUI.

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

catorze − dez =

X