fbpx

Gerentes industriais mostram como lucrar mais com a cogeração

Além de otimizar eficiência energética. Saiba hoje, às 19h

Mais cogeração, mais lucro para a usina de cana

Mais cogeração, mais lucro para a usina de cana. A conta parece simples, mas um dos cálculos para lucrar mais com a cogeração depende de ações que subtraiam antigos paradigmas. Isso, porque é preciso inovar em gestão e tecnologia em um setor conservador. Esse é um desafio que pode ser superado com segurança, quando o benchmarking revela que outras unidades estão cogerando e exportando mais energia elétrica. avaliando as necessidade das plantas industriais das usinas, Douglas Mariani, consultor da Soteica, elenca alguns critérios importantes para obter esses resultados. “Os trade-offs entre geradores de contrapressão e condensação; melhor uso de rebaixadoras; redução drástica de alívios de vapor; estão entre os objetivos que os gestores industriais devem ter para otimizar a entrega de vapor no processo e ampliar a cogeração”.

Gerentes de usina apresentam bons resultados…

Nesse quesito, a Cevasa é um exemplo bem sucedido. A usina vem batendo recordes de moagem e conquistando excelentes números operacionais, com recordes na qualidade da matéria-prima, na produção de açúcar, de eficiência global industrial (EGI) e rendimento total corrigido (RTC), e sobretudo, nesse caso, na produção de energia. De acordo com Alberto Antônio da Silva, Gerente Industrial, a Cevasa deve fechar a 2020/21 com números de produção energia elétrica maiores.

DESTAQUE > 8 usinas que aumentaram sua eficiência energética sem grandes investimentos

Outro bom exemplo vem do grupo Glencane. A companhia obteve nessa safra, eficiência energética significativa. Foram 117 Kw/tc de energia gerada e 86,5 kw/ tc de energia exportada. Isso, apenas com a cana moída, sem compra de nenhuma biomassa. “Vamos exportar 330.000 Mw. Recorde histórico da unidade Rio Vermelho”, informa o gerente corporativo industrial, Hamilton Angelo Antonio.

SAIBA MAIS > Glencane mostra como aumentar a eficiência energética e exportação de energia

Para completar a lista, temos a SJC Bioenergia. O início da safra 2020/21 está sendo considerado o melhor de toda a história da unidade. Marcus Lages, gerente corporativo industrial informa que a “Safra da Transformação”, como foi titulada, já bateu mais de 17 recordes, que incluem processamento de cana e, principalmente — dentro do contexto da cogeração e eficiência energética — a produção de energia elétrica.

Mas e os caminhos para lucrar mais com a cogeração?

Para apontar os caminhos para lucrar mais com a cogeração, a ProCana reuniu os gerentes dessas três usinas e o consultor da Soteica para participarem do painel da 1ª Maratona SINATUB – Caldeiras, Vapor e Energia sobre Otimização da Cogeração e Eficiência Energética. Confira: 

Patrocínio:
  • Buckman – Especialidades químicas com sustentabilidade, agora associadas à soluções digitais integradas
  • Dedini – 100 anos!
  • HB Saúde – Humanização e Tecnologia em Saúde
  • GDT by Pró-Usinas– Reduza os custos e o riscos na gestão de terceiros da sua usina! A Pró-Usinas traz com exclusividade o software GDT de Gestão de Documentação de Terceiros, totalmente Saas, que automatiza o fluxo de auditoria e validações, cabendo aos terceiros a tarefa de alimentar as informações e documentos no sistema.
  • Nalco Water – Torres de Resfriamento: Obtenha lucros com um tratamento de alta performance da Nalco Water
  •  S-PAA Soteica – Software de RTO que maximiza a cogeração e a eficiência industrial, gerando ganhos superiores a R$ 1/tc em mais de 40 usinas instaladas. Saiba mais no site www.usina40.com.br
  • UTIS – Revolucionária Tecnologia de Otimização da Combustão, que proporciona incremento de até 30% na produção de vapor nas caldeiras a biomassa

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
1 comentário
  1. Fabrício Carvalho Gonçalves Diz

    Quero participar

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

dezoito + 12 =

X