JornalCana

Gasolina e álcool ficam mais caros

O preço da gasolina e do álcool deve subir a partir de hoje nos postos de gasolina. O reajuste é resultado do aumento anunciado pelas distribuidoras de combustíveis de e 2,5% para o álcool e de 1,5% para a gasolina.

Na bomba, o reajuste deve equivaler a um aumento médio de R$ 0,03 por litro de combustpivel.

Os postos estimam que o reajuste deve chegar ao consumidor a partir de segunda, já que as próximas entregas de combustíveis serão feitas pelo preço novo.

O reajuste se deve ao repasse de um aumento de 16% no preço do álcool anidro, que é utilizado na mistura da gasolina, com final da safra de cana-de-açúcar.

É a segunda vez em agosto que os combustíveis sobem devido ao aumento do álcool.

Segundo pesquisa semanal da ANP (Agência Nacional do Petróleo), o preço médio da gasolina no país está em R$ 1,984. Este ano, o litro do combustível chegou a ser vendido por R$ 2,223, mas caiu para cerca de R$ 1,960 a partir de abril, quando a Petrobras reduziu os preços nas refinarias.

Também contribuiu para a queda o início da safra de cana-de-açúcar, em março, e o aumento do percentual de álcool na gasolina de 20% para 25%, em junho.

Segundo dados da Unica (União da Agroindústria Canavieira de São Paulo), o álcool anidro chegou a cair 50% a partir do início da safra. Agora, com mais da metade da cana já colhida, a queda acumulada é de 34,59%.

No caso do álcool combustível (hidratado), houve uma queda de 30,74% no preço para o produtor e de 27,51% nos postos desde fevereiro. A média nacional do álcool é de R$ 1,22. Na entressafra, o litro do álcool nos postos chegou a custar R$ 1,586.

Mesmo com a queda de preços acumulada no ano, o consumo de combustíveis já caiu 7,5% em 2003, segundo dados do Sincopetro (sindicato dos posto de São Paulo).

“Cada vez que aumenta o preço, diminui o consumo”, disse o presidente do Sincopetro, José Alberto Paiva Gouveia.

O preço médio dos outros combustíveis no país ficou estável na última semana: R$ 1,409 para o diesel, R$ 1,059 para o gás natural (GNV) e R$ 29,18 para o botijão de 13 kg de GLP.

Desta vez, o aumento não está relacionado com a Petrobras, que só mexe no preço dos combustíveis quando há alterações na cotação do petróleo.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram