fbpx

Galp assina acordo de biocombustível com Moçambique

A petrolífera portuguesa Galp Energia assinou um acordo para a produção de óleo vegetal e de biocombustíveis em Moçambique, anunciou neste domingo a empresa.

O acordo prevê o desenvolvimento de atividades agrícolas e conexas, como a transformação de sementes em óleos vegetais que serão exportados na sua maioria para Portugal, para posterior processamento nas refinarias da Galp.

Segundo a petrolífera lusa, a matéria resultante será incorporada em combustível rodoviário como biodiesel de segunda geração. As atividades serão desenvolvidas por uma sociedade entre a Galp e moçambicana Búzi, que se chamará Galpbuzi.

A empresa vai promover o desenvolvimento em Moçambique dos projetos de cultivo de oleaginosas, o seu encaminhamento para tratamento industrial, a exportação de parte dos óleos vegetais produzidos para Portugal.

Além disso, vai comercializar óleos vegetais e biodiesel não destinados ao mercado português para consumo local na exploração agroindustrial e para as populações envolvidas.

O projeto envolve uma área total de produção controlada de 25 mil hectares e a promoção de até mais 25 mil hectares em regime de extensão rural. A produção de óleo vegetal não alimentar deverá atingir aproximadamente as 65 mil toneladas por ano.

A iniciativa vai envolver “a criação de um número significativo de postos de trabalho”, afirma a Galp Energia, sem dar maiores detalhes.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X