fbpx
JornalCana

Fornecedores de cana do Nepal estão insatisfeitos com pagamento parcelado

nepal caneFornecedores de cana-de-açúcar da região de Sarlahi, no Nepal, estão descontentes com a decisão da usina local, Indu Shankar, em parcelar o pagamento relativo à entrega da matéria-prima.

Muito agricultores realizaram a transição para atividade canavieira na esperança de agregar maior valor à produção e aumentar o capital de giro, o que não acontece com pagamentos fracionados.

As discussões não terminam na forma de pagamento, a usina tem fixado preço mínimo abaixo do estabelecido pelo governo, causando reação da Federação de Produtores de Cana-de-açúcar. Para o presidente da federação Kapil Muni Mainali a prática da usina tem prejudicado o desenvolvimento do setor no Nepal. “Ao invés da usina cumprir o estabelecido e pagar  76 centavos de dólar por 500 quilos, ela paga apenas 36 centavos”, explica. Fornecedores da região já enfrentam problemas para continuar com o plantio da cultura.

A  Indu Shankar sinalizou que voltará atrás desta decisão e pagará o preço mínimo em até 15 dias. Quanto ao fracionamento, a usina afirmou que passa por problemas financeiros e não conseguirá quitar de uma única vez o que deve. “Precisamos de 2,7 milhões de dólares para pagar nossos fornecedores, temos em caixa apenas 1,25 milhão”, explicou Bijay Kant Jha, diretor geral da usina.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram