fbpx
JornalCana

FG/Agro revisa projeção de safra 2022/23

Fundo reduz estimativa do ATR, com queda de 1,4% em relação à projeção anterior

Segundo relatório de maio/2022 do FG/Agro, o volume de moagem da Região Centro/Sul, se manteve inalterado, ou seja, 555 milhões de toneladas.

De acordo com o relatório, “mantivemos o volume de cana projetado com base no comportamento climático adequado que foi observado no início do ano, apesar do início de moagem mais lento comparativamente à safra anterior por entendermos que se trata de uma escolha das companhias concentrar a moagem no meio da safra para obter um ATR superior”, explica o documento.

Sobre o ATR, o Fundo aponta uma redução nas estimativas. Em março a projeção para ATR Total era de 78.588(m/t) e em maio esse número foi fixado em 77.456(m/t).

“Reduzimos a estimativa com base nos dados iniciais da safra que demonstram uma menor concentração de açúcar na cana colhida comparado ao mesmo período da safra anterior, indicando uma evolução inferior à safra 2021/22. Com isso, o ATR total disponível para produção do açúcar e etanol será 1,4% inferior com relação à estimativa anterior”.

LEIA MAIS > Orplana vê cenário positivo com aprovação de projeto e PEC dos combustíveis

O relatório também aponta uma redução no volume de açúcar. “Devido aos melhores preços para o etanol que vem sendo obtidos pelas companhias sucroenergéticas nesse início de safra, acreditamos que até julho haja um maior direcionamento de ATR para etanol reduzindo o volume produzido de açúcar. Esse racional justificou a redução de 3,6% pontos percentuais no mix açúcar privilegiando o etanol. Esse cenário não contempla uma eventual mudança relevante na cadeia de formação de preços da gasolina que pode mudar o ponto de equilíbrio do mercado”, afirma o documento.

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram