fbpx

Ferrugem alaranjada preocupa produtores de cana

Produtores de cana vivem um momento de apreensão pelo período de ocorrência das ferrugens alaranjadas. Com os altos volumes de chuva dos últimos dois meses a doença se alastrou.

Estimativas preliminares apontam que a doença provocou danos de até 20% nas lavouras de São Paulo, Mato Grosso do Sul, Paraná e Minas Gerais.

A doença, comum em plantações asiáticas, chegou ao Brasil por correntes de ar em 2009. Para produtores e especialistas, a ferrugem alaranjada é mais agressiva que a marrom, porque se alastra em um tempo menor pela folha e pode provocar necrose de até 100% da cana.

A ferrugem marrom ataca mais a cana no início do ciclo da cultura, e o alaranjado acaba tendo maior incidência nesse período, a partir dos seis meses, até o final do ciclo. Então tem uma preocupação de agora de abril a junho de ocorrência da alaranjada.

A pesquisadora do Centro de Tecnologia Canavieira (CTC), Aline Zavaglia, afirma que o uso de controle químico é eficiente nesse caso, porque ele combate a doença e funciona como medida preventiva.

Fonte: (Canal Rural)

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X