JornalCana

FAESP divulga novo relatório de acompanhamento dos preços de insumos

Destaques positivos para rações, suprimentos e fertilizantes; medicamentos e vacinas são os destaques negativos

(Divulgação FAESP)

O Departamento Econômico da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de São Paulo (FAESP) divulgou o mais recente relatório sobre os preços dos insumos pagos pelos agricultores paulistas. Este documento, que contém informações referentes ao mês de outubro, já está disponível para consulta e apresenta algumas tendências notáveis.

Entre as boas notícias para os produtores, destaca-se uma redução de 19% no preço do inseticida Altacor em outubro, em comparação com o mês anterior. Além disso, os preços do sal proteinado diminuíram em 26,3% em relação a setembro e uma queda ainda mais significativa de 36,5% em relação a outubro de 2022.

LEIA MAIS > Perspectivas são promissoras para 2024/25 no Centro-Sul do Brasil, diz Rabobank Brasil

No que diz respeito aos fertilizantes, a ureia agrícola manteve-se praticamente estável em relação ao mês anterior, mas apresenta uma queda substancial de 40,4% em comparação com os preços praticados em outubro do ano passado.

Por outro lado, há também aspectos negativos a serem considerados, como a contínua tendência de alta nos preços do calcário dolomítico e do gesso. Esses produtos registraram um aumento mensal de 14,4% e 6,2%, respectivamente, e um aumento anual de 23,2% e 41,2%. A Ivermectina 1%, apesar de uma queda mensal de 9,8%, ainda acumula um aumento significativo de 69,2% nos preços em relação ao ano passado.

Confira o reltóri0 completo aqui:

2023.11 – Preços de insumos pagos pelo produtor paulista

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram