fbpx
JornalCana

Fábrica de insumos biológicos reduz custos para associados da Cooperativa Pindorama

A biofábrica tem capacidade para produzir entre 16 e 20 mil litros mensais de insumos biológicos, atendendo a necessidade dos cerca de 1.100 cooperados

Desde que entrou em operação, em março de 2022, a fábrica de insumos biológicos da Cooperativa Pindorama, no Estado de Alagoas, vem contribuindo para reduzir custos dos cooperados na aplicação destes produtos em suas lavouras.

Antes da instalação da Biofábrica, os agentes biológicos eram comprados pela Pindorama e repassados aos cooperados. Eram gastos cerca de R$ 170 por hectare na aplicação desses microrganismos.

Com a implantação desse novo setor, a empresa conseguiu uma considerável redução de custos para os cooperados. Hoje, com produção própria, a Pindorama disponibiliza o mesmo produto ao valor de R$ 40 por hectare, uma economia de 77% em relação ao custo anterior.

LEIA MAIS > Gastão de Souza Mesquita é o Empresário do Ano no MasterCana Centro-Sul 2022

Na biofábrica de Pindorama, são cultivadas 4 tipos de bactérias: Bacilos amyloliquefacens, que auxilia no controle de nematóides; Azospirillum brasilienses, fixador de nitrogênio da atmosfera, que ajuda no crescimento vegetativo; Pseunomonas fluorescence, um solubilizador de fósforo, deixando esse nutriente ativo para absorção pela cultura; e Bacilos subtiles, que combate fungos, doenças do solo e nematóides, sendo ainda um propulsor de crescimento, possibilitando o desenvolvimento mais rápido e saudável da planta.

Através da utilização de um biorreator elas passam por um processo de multiplicação para serem aplicadas nas plantações de cana e fruticultura.

LEIA MAIS > Produção de etanol de milho cresce 32,89%

De acordo com o agrônomo Danilo Wanderley, gerente agrícola da Cooperativa, a aplicação dos microrganismos é vital para a cultura da cana. “O benefício resulta em produtividade. A aplicação dos agentes biológicos aumenta, por exemplo, a longevidade do canavial. Um lote que, normalmente, é replantado a cada cinco anos, passa a ser renovado a cada sete ou oito, reduzindo os custos dos cooperados de forma considerável”, disse Danilo.

Para o produtor rural Jorge Lessa, associado da Cooperativa, os benefícios gerados pela iniciativa da Pindorama, de produzir seus próprios ativos biológicos, são inúmeros. “Desde o atendimento e entrega dos produtos até o resultado visivelmente positivo das aplicações em nossas lavouras, as vantagens são muitas”, destacou Lessa.

LEIA MAIS > Vendas de etanol totalizam 8,25 bilhões de litros desde o início da safra 2022/23

O presidente da Pindorama, Klécio Santos, enfatizou a necessidade de reduzir custos e buscar novas tecnologias para aumentar a produtividade. “Apesar de parecer contraditório, aqui, nós tornamos isso possível através do aprimoramento de tecnologias. O resultado são lavouras mais saudáveis e rentáveis, alcançando um desenvolvimento mais amplo”, disse Santos.

 

 

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram