fbpx

“Excedente mundial de açúcar ficará bem abaixo de 6,2 milhões de toneladas”, prevê

O excedente mundial de açúcar ficará abaixo de 6,7 milhões de toneladas de açúcar em 2019, avalia José Orive, diretor executivo da Organização Internacional de Açúcar (ISO), em pronunciamento na 18ª Conferência Datagro na manhã desta segunda-feira (29/10) em São Paulo.

Segundo o executivo, a última avaliação da ISO foi feita em agosto. Mas na estimativa que é feita agora o excedente, destaca, será inferior à projeção de agosto. “Será bem menor”, afirmou. “Há analistas que veem a possibilidade de déficit de açúcar.”

Orive disse também que a produção global de açúcar na temporada iniciada em setembro e que vai até outubro de 2019 deverá exceder a demanda. “Dependerá muito da dinâmica do Brasil e dos fornecedores de cana da Índia”, ponderou.

Segundo ele, “ninguém sabe com precisão porque há questões políticas, como o atraso no pagamento pelo governo aos fornecedores de cana, e questões climáticas”, afirmou.

Orive lembrou que há a possibilidade do fenômeno climático El Niño. “Para a Índia, se o fenômeno ocorrer haverá seca”, destacou.

A Tailândia, terceiro maior país produtor de açúcar, deverá ampliar as exportações, segundo Orive.

 

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X