fbpx

Evolução do etanol depende do reajuste da gasolina, diz especialista

img1923

Sem sinais de reajuste da gasolina, a cadeia produtiva sucroenergética continua amargando com a falta de caixa no período, com os efeitos negativos do clima e com aumentos dos custos de produção. Segundo especialistas de mercado, a evolução dos preços de etanol dependem desta decisão de reajuste dos combustíveis fósseis. “Ocorrendo o aumento, que alguns analistas estimam em 10%, teremos uma melhoria dos níveis de cotação tanto do etanol anidro como do hidratado. Outra expectativa está em relação ao aumento da mistura de etanol na gasolina para os 25%, então teremos um aumento de produção de anidro, ao contrário do que vem acontecendo neste início de safra”, afirma de Paulo Costa, consultor de agronegócios da PFSC Consultoria.

Segundo ele, o fato de ser ano político pode incentivar a Petrobras a mudar de ideia de aumentar a gasolina. 

A mídia tem veiculado nos últimos dias exatamente essa tendência, apesar da valorização da moeda americana. Na última reunião do Comitê de Política Monetária, os técnicos mantiveram a previsão de estabilidade para os preços da gasolina e do botijão de gás.

No início do mês, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, chegou a afirmar que os preços da gasolina poderiam subir se o barril de petróleo brent atingir uma média de US$ 130, mas até agora nada mudou. 

Já o ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou na semana passada que não vai haver nenhum aumento. Na ocasião, ele presidiu a reunião do Conselho de Administração da Petrobras, sendo que o principal tema do encontro foi a análise dos resultados da companhia no primeiro trimestre de 2012.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X