fbpx

Etanol faz lucro da ADM recuar 13%

A norte-americana Archer Daniels Midland (ADM), que controla a Usina Limeira do Oeste, no município Limeira do Oeste (MG), mas que atua em vários segmentos do agronegócio, principalmente nos Estados Unidos, registra lucro 13% menor no segundo trimestre de 2015, ante mesmo período de 2014.

A culpa, segundo a empresa, é do etanol. 

Em relato distribuído para a imprensa, por conta da divulgação dos resultados do segundo trimestre do ano, a companhia relata lucro de US$ 724 milhões, 13% inferior aos US$ 835 milhões apurados no mesmo período de 2014, ou seja, entre abril, maio e junho.

Segundo o Chief Executive Officer (CEO) da ADM, Juan Luciano, a produção recorde de etanol nos EUA gerou margens limitadas de lucro, apesar da robusta demanda doméstica por milho. O grão é a matéria-prima da produção de etanol americano.

Leia mais: ADM anuncia investimentos em soja e em portos

Com sede nos EUA, a ADM também opera usina sucroenergética no Brasil
Com sede nos EUA, a ADM também opera usina sucroenergética no Brasil

O resultado financeiro, informa ele, foi compensado em parte pelos negócios com adoçantes e amidos de milho.

Leia mais: ADM cogita venda de usina no Brasil

Apesar da queda no lucro, os resultados do segundo trimestre, conforme Luciano, “demonstram a força e o valor da nossa diversidade geográfica e o portfólio de negócios.”

Anuário

Quer ler mais sobre a Usina Palmeira do Oeste? Clique aqui e acesse o Anuário JornalCana.

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X