fbpx

Etanol do MT ganha com escoamento de produtos pelo Oceano Pacífico

As nove unidades sucroenergéticas do estado do Mato Grosso, das quais três já produzem etanol também pelo milho, podem ganhar em termos logísticos com a formatação de nova forma de escoar a produção agrícola do estado pelo Oceano Pacífico.

Essa nova forma não é apenas tema de discurso político. Ela está alinhada entre representantes da Zona de Integração do Centro Oeste Sul-Americano (Zicosur), bloco que reúne seis países da América Latina (Argentina, Brasil, Bolívia, Chile, Paraguai e Peru) e que traça estratégias de fortalecimento econômico e ambiental dos estados e províncias que participam do grupo. 

division politicaO escoamento pelo Oceano Pacífico ampliará o mercado de etanol das usinas sucroenergéticas do Mato Grosso e estará na pauta de discussões em abril de 2016, quando pela primeira vez o estado Grosso será sede das reuniões da Zicosur.

A decisão de que Cuiabá sediará a reunião de autoridades do 3º Encontro de Áreas Protegidas da Zicosur e também das comissões técnicas que a integram foi aprovada no Chile durante a última reunião do bloco.

Em Cuiabá, os integrantes da Zicosur irão retomar as discussões para criar uma nova forma de escoar a produção de Mato Grosso pelo oceano pacífico. Entre os assuntos que serão colocados em discussão está a ferrovia bioceânica, que tem o objetivo de cruzar o País saindo do Porto Açu (RJ), passando por Goiás, Mato Grosso, Rondônia, Acre e chegando ao Oceano Pacífico pelo Peru.

Leia mais: Usinas de cana focam integração do MT a bloco de países

Há ainda em debate no bloco a proposta de pavimentar 300 km de estrada de terra, entre Cáceres a Santa Cruz de La Sierra.

Para essa pavimentação em território boliviano o custo estimado é de R$ 400 milhões. Outra proposta é a modernização da ferrovia, que liga Antofagasta, no Chile, a Resistência, na Argentina. “Nessa opção haveria a necessidade de estruturar o Porto de Morrinhos, em Cáceres, e assim podermos utilizar a hidrovia Paraguai-Paraná”.

Paralelo as reuniões de comissões de turismo e infraestrutura, a de indústria e comércio irão discutir a implementação de um fluxo de comércio entre os estados brasileiros que integram o Zicosur (MT, MS e SC) e os países da Ásia e do Pacífico. (Com informações da assessoria do governo do Mato Grosso)

Contate o autor deste conteúdo: [email protected]

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

X