JornalCana

Entregas de fertilizantes caem 4,4% no acumulado de janeiro a abril

O Estado de Mato Grosso, líder nas entregas ao mercado, concentra o maior volume no quadrimestre

As entregas de fertilizantes ao mercado brasileiro, no acumulado de janeiro  abril de 2023, de 10,87 milhões de toneladas, tiveram queda de 4,4% ante as 11,36 milhões de toneladas registradas em igual período do ano passado. As informações são da Associação Nacional para Difusão de Adubos (ANDA).

As entregas referentes a abril de 2023 somaram 2,32 milhões de toneladas, significando redução de 14,5% em relação ao mesmo mês de 2022, quando o volume foi de 2.713 mil toneladas.

O Estado de Mato Grosso, líder nas entregas ao mercado, concentra o maior volume no quadrimestre, com 2,67 milhões de toneladas, ou 24,6% do total. Seguem-se: Paraná (1,38 milhão), Goiás (1,33 milhão), Minas Gerais (1,02 milhão), São Paulo (996 mil) e Rio Grande do Sul (708 mil).

LEIA MAIS > Cocal investirá R$ 216 milhões na construção de segunda planta de biogás

Produção Nacional

A produção nacional de fertilizantes intermediários encerrou abril de 2023 com 540 mil de toneladas. O volume representa retração de 22,9% ante o mesmo mês de 2022.

No acumulado do primeiro quadrimestre de 2023, foram 2,24 milhões de toneladas. Trata-se de recuo de 12,7% em relação a igual período do ano passado, quando se produziram 2,56 milhões de toneladas.

Importação

De acordo com a Anda, as importações de fertilizantes intermediários continuam chegando ao Brasil, alcançando, em abril, 3,15 milhões de toneladas, com crescimento de 22,6%. No acumulado de janeiro a abril, o total foi de 10,89 milhões de toneladas, significando redução de 3,7% em relação ao mesmo período de 2022, quando foram importadas 11,31 milhões de toneladas.

No Porto de Paranaguá, principal porta de entrada dos fertilizantes, ingressaram 2,84 milhões de toneladas, com redução de 20,4% em relação a 2022, quando desembarcaram 3,57 milhões de toneladas. O terminal representou 26,1% do total importado por todos os portos.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram