fbpx

Entidades do agronegócio de MT entregam propostas ao Mapa

Entidades do agronegócio de Mato Grosso entregaram ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) propostas para compor o Plano Agrícola e Pecuário (PAP) da safra 2014/2015. A Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat) e Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (Ampa) elaboraram nove propostas, fundamentadas por estudos técnicos do Imea, e três pedidos.

O setor produtivo espera a manutenção do Programa de Construção e Ampliação de Armazéns (PCA) com as mesmas condições em relação ao prazo de pagamento de 15 anos, com até três anos de carência, e taxa de 3,5% ao ano. Também foi solicitada intervenção junto ao Banco Central do Brasil (Bacen) para impedir a obrigatoriedade do seguro agrícola a partir de 1º de julho deste ano, conforme resolução 4.235, de 18/06/2013, do Bacen.

“Apesar de o seguro rural ser um instrumento importante, entendemos que ele ainda não está adequado à realidade do produtor rural. A cobertura é muito baixa e não contempla todas as culturas. Somos contrários a essa obrigatoriedade nos moldes atuais”, explica o presidente da Famato, Rui Prado.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X