fbpx

Empresas terão de se adaptar com patamar dólar

O ministro do Desenvolvimento, Luiz Fernando Furlan, disse hoje que as empresas terão de se adaptar com o patamar atual do dólar.

Ele argumentou que algumas delas conseguiram agregar mais valor para manter o nível de preços no mercado internacional. No entanto, outras perdem com a desvalorização da moeda americana.

As empresas terão de se adaptar para conviver com o câmbio, afirmou o ministro. ´Nesse cenário, alguns perdem rentabilidade e outros ganham competitividade´.

Ele citou como exemplo a soja e os sapatos. Um perdeu rentabilidade internacionalmente e o outro produto teve de melhorar para continuar a ser exportado.

Em relação ao aumento de juros e as críticas da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Furlan disse que é natural que a elevação provoque efeitos na economia, caso contrário não teria sentido a política monetária. ´Nesse curto espaço de tempo que eu estou no cargo, vi alegria e frustrações do setor produtivo´.

O ministro participou hoje da primeira reunião do Conselho Deliberativo da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI). Ela começará a funcionar para implementar as ações e estratégias da política industrial.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X