fbpx

Empresas brasileiras vão investir em açúcar e álcool na Jamaica

A Coimex Trading e a empresa de fundos de investimentos Aracatu anunciaram que devem fazer investimentos em plantas de açúcar e álcool na Jamaica. O governo jamaicano quer privatizar pelo seis usinas de açúcar daquele país e incrementar a produção de açúcar e álcool.

Desde o mês passado, a Jamaica adotou a mistura de álcool na gasolina de 10% para reduzir sua dependência do petróleo.

O governo da governo da Jamaica abriu licitação para atrair investidores e deverá analisar nos próximos meses os potenciais investidores.

A Jamaica tem acordo preferencial para exportar álcool para os Estados Unidos e açúcar para a União Européia. No caso da UE, o país tem acordo preferencial para exportar açúcar por fazer parte dos países ACP (Ásia, Caribe e Pacífico). Nos EUA, o país se beneficia do acordo CBI (Caribbean Basin Initiative). Por meio desse tratado, o álcool da região do Caribe entra nos EUA com isenção de impostos.

Com uma indústria de desidratação na Jamaica, a Coimex Trading estuda a possibilidade de investir em uma usina de açúcar naquele país para negociar o produto no mercado local. A trading também poderá fazer investimentos em uma nova planta de desidratação de álcool.

A empresa de fundos de investimentos Aracatu confirmou que deverá investir US$ 300 milhões nos próximos 10 anos naquele país. Segundo o presidente executivo da Aracatu, Clóvis Junqueira, a empresa tem participação em companhias petroquímicas e quer continuar dando ênfase ao setor de energia. No Brasil, a Aracatu tem participação em três usinas de açúcar e álcool. Segundo Junqueira, os US$ 300 milhões serão aplicados nas áreas agrícolas e industrial e em uma destilaria de álcool.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X