JornalCana

Empresa Cidadã: BP Bunge adere à programa que amplia licenças maternidade e paternidade  

Iniciativa está alinhada a estratégia da companhia de valorização crescente de temas relacionados à diversidade equidade e inclusão

A BP Bunge Bioenergia agora faz parte do Programa Empresa Cidadã, uma iniciativa do Governo Federal que estende os períodos de licença maternidade e paternidade por meio da adesão voluntária do empresariado.

As colaboradoras das companhias que integram o projeto têm o benefício da licença maternidade ampliado para 180 dias, ou seja, 60 a mais do que os 120 já assegurados por lei. Já a licença paternidade passa a totalizar 20 dias – 15 dias a mais do que os 5 previstos normalmente.

A ampliação do benefício também se aplica à colaboradora e/ou ao colaborador que adotar ou obtiver guarda judicial para fins de adoção de criança.

“A adesão ao programa reflete nosso compromisso com o desenvolvimento social humano e a geração de valor para a sociedade. Favorecemos que as mães e os pais consigam acompanhar com mais tempo e dedicação o nascimento e os primeiros cuidados do recém-nascido, o que reflete diretamente na satisfação e bem-estar de nossos colaboradores, algo prioritário para nós”, explica Cesar Bresciani, diretor de Recursos Humanos da companhia.

LEIA MAIS > Câmara dos Deputados aprova projeto do “Combustível do Futuro”

Diversidade, equidade e inclusão

A decisão da BP Bunge de integrar o programa está alinhada também a uma jornada interna de valorização crescente na empresa de temáticas ligadas à diversidade, equidade e inclusão iniciada com a criação do programa Bem Plural, no 2º semestre de 2023, após a realização de um diagnóstico sobre o tema.

Tal iniciativa vem contribuindo para que a companhia atinja seus objetivos relacionados à construção de um ambiente de trabalho ético, justo, inovador e atrativo, que seja representativo da sociedade e promova, por meio de compreensão, diálogo, comunicação e iniciativas, o comportamento de acolhimento e respeito entre todos os colaboradores, profissionais e parceiros de negócio.

Para ampliar a diversidade na empresa os colaboradores podem atuar no programa por meio dos grupos de afinidade, divididos em quatro pilares: Mulheres; Raça e Etnia; LGBTQIAPN+; e PcD. Além disso, a BP Bunge é signatária do movimento Elas Lideram, do Pacto Global da ONU, que levou a empresa assumir a meta de ter até 30% de liderança feminina até 2025.

LEIA MAIS > Aprovado na Câmara Federal, PL do Combustível do Futuro coloca o Brasil na vanguarda da sustentabilidade, diz UNICA

“A questão da licença-maternidade é um tema muito importante dentro do pilar de gênero, Mulheres, do nosso programa Bem Plural, pois sabemos que os desafios inerentes à relação maternidade x trabalho são enormes. Há questões de toda ordem: práticas, de adaptação e, sobretudo, emocionais. Com a licença estendida esperamos contribuir para que todo este processo ocorra da forma mais tranquila possível, de modo que essas mães se sintam seguras e motivadas para o processo de retomada de suas atividades profissionais”, finaliza o diretor.

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram