fbpx

Empreendimentos de R$ 2,3 bilhões são contemplados por dêbentures incentivadas

No total, investimentos totalizam R$ 9 bilhões

Foto: Divulgação/Embrapa

O Ministério de Minas e Energia (MME) publicou nesta terça-feira (24/03) mais duas portarias de enquadramento de projetos prioritários no setor de biocombustíveis, visando à emissão de debêntures incentivadas.

A medida estimula a ampliação de investimentos por meio da captação de recursos para projetos de infraestrutura.

Esse devem visar a implantação, ampliação, manutenção, recuperação, adequação ou modernização de empreendimentos, com isenção de impostos para investidores e estímulo ao crescimento de emprego e renda no setor.

Desta vez, as empresas Colombo Agroindústria S.A. e Inpasa Agroindustrial S.A. tiveram seus projetos aprovados.

Juntos, esses empreendimentos somam R$ 2,3 bilhões em investimentos, destaca conteúdo do Ministério.

No total, esses já alcançam o patamar de R$ 9 bilhões na atividade de biocombustíveis desde a aprovação dos primeiros projetos prioritários do setor em outubro de 2019.

Leia também:

Inpasa tem autorização para implantar segunda usina de etanol de milho no país

Estímulos do RenovaBio

O Projeto Inpasa Sinop-MT é o primeiro direcionado à produção de etanol de milho e à implantação industrial de uma usina.

Por sua vez, é resultado dos estímulos da Política Nacional de Biocombustíveis, o RenovaBio, que reconheceu o papel estratégico dos biocombustíveis na matriz energética nacional.

Apesar dos efeitos adversos da queda dos preços do petróleo e do surto mundial do coronavírus, que obrigou muitos dos seus servidores a trabalharem remotamente, o MME dá continuidade às suas ações estratégicas de enfrentamento da crise e da garantia do abastecimento.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

6 + 5 =

X