fbpx
JornalCana

Embarques de açúcar batem recorde em outubro

China foi a maior importadora

As vendas externas de açúcar foram recorde em outubro de 2020, com aumento de 121%, passando de US$ 543,96 milhões no mesmo período do ano passado para US$ 1,20 bilhão no mesmo mês deste ano.

A quantidade exportada de açúcar foi recorde para toda série histórica, com 4,2 milhões de toneladas.

A China foi a maior importadora, com registros de US$ 311,74 milhões em aquisições ou 25,9% do valor total exportado pelo Brasil de açúcar. Outros países que compraram o açúcar foram a Índia (US$ 107,82 milhões; +33,8%), Bangladesh (US$ 85,07 milhões; +94,1%) e os Estados Unidos (US$ 61,95 milhões; +202,3%).

Ainda no setor, houve aumento das exportações de álcool, que chegaram a US$ 184,87 milhões (75,4%). Os principais importadores de álcool brasileiro foram os Estados Unidos (US$ 63,91 milhões; -1,1%), a Coreia do Sul (US$ 45,79 milhões; +53,6%) e a União Europeia (US$ 45,75 milhões; +3.681%).

As exportações totais do agronegócio em outubro contabilizaram US$ 8,18 bilhões, o que significou recuo de 6,2% em relação ao mesmo mês do ano passado (US$ 8,72 bilhões).

LEIA MAIS >Quais são os cuidados na fabricação de açúcar que aumentam a qualidade

De acordo com a Secretaria de Comércio e Relações Internacionais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), a queda das exportações ocorreu em função da redução de 3,6% no índice de quantum das exportações e de 2,8% no de preço.

As importações dos produtos do agronegócio somaram US$ 1,2 bilhão no mês do estudo. O saldo da balança comercial contabilizou US$ 6,9 bilhões. A participação do agronegócio nas exportações totais do Brasil representou 45,8% do valor total exportado no mês passado, alta de 9,7% em relação ao mesmo mês de 2019.

Segundo a análise da SCRI, em sua nota técnica, como síntese para esse mês de outubro, a queda das exportações de soja em grão (- US$ 913 milhões) foi em parte compensada pelo destaque positivo nas exportações recorde de açúcar (US$ 658 milhões).

(divulgação Porto do Recife)

Primeira semana de novembro com movimentação intensa no Porto do Recife

Novembro começou intenso no Porto do Recife, com destaque para o escoamento de açúcar. Das quatro operações realizadas na primeira semana, três foram embarques do produto.

No Penélope L e Mel Pride, o abastecimento ficou a cargo dos mais de 70 caminhões que circularam pelo Porto do Recife com 48.655 toneladas do alimento.

Já no Lady Margaret, as 20.087 toneladas da carga foram embarcadas em uma operação totalmente automatizada. Todo o açúcar exportado pelo ancoradouro recifense vem das usinas da Mata Norte do Estado, que tem como principal importador os Estados Unidos.

 

 

 

 

 

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram