fbpx

Em evento da Tereos, Geraldo Alckmin reforça apoio ao setor sucroenergético

Alckmin, no evento da Tereos: menos ICMS para o etanol (Foto: Daniel Guimarães/A2IMG)

O governador do estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, reforçou seu apoio ao setor sucroenergético no fim da manhã do sábado (11/03), durante evento da Tereos Açúcar & Energia Brasil no município de Tanabi (SP).

Durante o evento foi inaugurado armazém de açúcar da unidade produtora de Tanabi da Tereos, com capacidade para estocar 80 mil toneladas de adoçante VHP a granel.

Em seu discurso e em entrevista, com a participação do JornalCana, Alckmin lembrou que em sua gestão foi reduzida para 12% a incidência do Imposto Sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre o etanol, enquanto a gasolina recolhe 25% do imposto.

“Estamos retirando também o ICMS sobre o etanol transportado pelo alcoolduto até o Porto de Santos”, disse Alckmin. “Além disso, juntamente com o governo federal investimos perto de R$ 200 milhões na Hidrovia Tietê-Paraná, que também integrará modal rodoviário para reduzir custos e promover o desenvolvimento.”

Diante público formado por funcionários e convidados da Tereos, entre eles prefeitos de cidades da região e parlamentares, Alckmin reforçou, em favor do setor sucroenergético, o papel das escolas e faculdades técnicas Etecs e Fatecs, do governo paulista.

“Há 20 anos tínhamos o cortador de cana”, disse. “Com o protocolo ambiental, para evitar as queimadas da palha da cana, houve a mecanização. Hoje não tem o cortador de cana, mas tem o tecnólogo em mecânica de agricultura de precisão [formado pelas Etecs e Fatecs].”

O governador lembrou que estudo da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (ONU) de quem nos próximos dez anos serão necessários 20% mais de alimentos. “A Europa talvez produza 5%, outros 15% nos Estados Unidos, enquanto o Brasil terá de produzir 40% a mais para o mundo atingir seus objetivos de segurança alimentar”, disse. “É uma agenda extremamente positiva.”

“Dizem que o açúcar faz mal. Não faz. O que faz mal é o excesso. Tudo que é excesso faz mal. O carboidrato [presente no açúcar] é vida, é energia. Quem disser que faz mal, pode me dar um chocolate que aceito”

Ouça o discurso do governador Geraldo Alckmin no evento da Tereos:

 

 

 

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X