fbpx

Eficiência energética: especialistas abordam papel do estado e da iniciativa privada

Mesmo com os custos de energia ainda mais baixos do que na Europa, muitas indústrias brasileiras já sentiram a necessidade de melhorar a própria eficiência energética de forma a garantir a sustentabilidade econômica e ambiental de suas atividades no presente e, principalmente, no futuro. A participação do Estado neste processo de adaptação é essencial devido aos incentivos e regulamentações aplicáveis que podem levar o empresariado à adoção de boas práticas, além do exemplo que o governo pode dar às empresas com suas próprias ações. Com base neste cenário, a multinacional dinamarquesa Danfoss realiza no dia 21 de setembro, em São Paulo (SP), a terceira edição brasileira do Simpósio EnVisioneering.

Com o tema “Eficiência Energética: O Papel do Estado e da Iniciativa Privada”, o evento ocorrerá no auditório da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), localizado na Avenida Jabaquara, 2.925, no bairro da Saúde, das 8h30 às 12h45. Contará com palestras do gerente de eficiência energética da Petrobras, Luís Tadeu Furlan; do gerente do departamento de projetos de eficiência energética da Eletrobras, Fernando Perrone; do coordenador do Programa Brasileiro de Etiquetagem do Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro), Marcos André Borges.

Demais palestrantes incluem Luiz Pinguelli, diretor da COPPE-UFRJ; o Consultor em gerenciamento para implantação de unidades de produção de bebidas da Coca-Cola, Douglas Xavier; Walter Murback, da diretoria industrial da JBS, maior processadora de carne bovina do mundo. Os convidados vão expor suas visões de futuro para a eficiência energética na indústria nacional, apontando a própria participação no processo e apresentando cases de sucesso que devem mostrar que é possível e viável seguir o caminho da sustentabilidade.

O evento é destinado a representantes do setor industrial, arquitetos, engenheiros eletricistas, universitários, associações e bancos que apoiam projetos ambientais e demais profissionais com interesse em eficiência energética.

“São estes temas que estarão inseridos nas discussões que devem levar a novas ideias e disseminar conceitos já estabelecidos para representantes do governo e do empresariado. A sustentabilidade é uma tendência irreversível e realmente necessária para as indústrias, para as pessoas e para a natureza. Esperamos chegar a algumas conclusões com aplicabilidade prática imediata ao fim da atividade”, afirmou o diretor de vendas da divisão de refrigeração e ar condicionado da Danfoss do Brasil, Peter Young.

Para Ronaldo Bartolomei, diretor da divisão de Power Eletronics da companhia, o simpósio é uma oportunidade para discutir o que há de mais atual no mercado sobre eficiência energética, incluindo tendências, fatores complicadores e legislação. Conforme explicou, representantes de indústrias com reconhecimento internacional, além de acadêmicos e outros profissionais de renome, discutirão a situação e apresentarão exemplos e até mesmo propostas aos entraves. “O público selecionado que participará com suas perguntas e considerações deve, certamente, elevar ainda mais a troca de ideias para que as palestras sejam mais proveitosas para todos aqueles interessados em popularizar a eficiência energética na indústria”.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X