JornalCana

Dow faz acordo para comprar a parte da Mitsui na usina de cana Santa Vitória

A negociação foi oficialmente divulgada pela companhia japonesa Mitsui & Co.. 

Conforme o comunicado, a companhia Mitsui vende os 50% de sua participação na usina sucroenergética Santa Vitória, localizada no município de mesmo nome, no estado de Minas Gerais, para a americana Dow Chemical Company.

A Dow já possuía os demais 50% das ações da Santa Vitória. Segundo a Mitsui, o acordo de venda de sua parte na usina sucroenergética brasileira deverá ser realizado por US$ 200 milhões. O prazo de conclusão do negócio é julho de 2016.

Usina-SVA Usina Santa Vitória Açúcar e Álcool Ltda (SVAA) é fruto de joint venture criada pela Mitsui e pela Dow para produzir biopolímeros a partir de etanol da cana-de-açúcar. O produto também é chamado de plástico verde.

Em comunicado em 20 de julho de 2011, as duas companhias oficializaram a parceria. Oficialmente, o projeto chegou a ser anunciado em 2007 e previa a parceria da Dow com a brasileira Crystalsev, acordo que não chegou a se concretizar por causa da decisão da Santelisa Vale – controladora da Crystalsev – de rever suas operações. A Crystalsev foi descontinuada pela Santelisa, hoje controlada pela Biosev, do grupo francês Louis Dreyfuss Commodities (LDC).

 

Os biopolímeros produzidos na usina de cana emm Minas Gerais serão uma alternativa verde e substitutos para os mercados de embalagens flexíveis de alta performance, de produtos médicos e de higiene, conforme a Mitsui divulgou na época.

A usina sucroenergética SVAA entrou em operação comercial neste 2015.

Saiba mais sobre a Santa Vitória

Localizada na cidade do Pontal do Triângulo Mineiro que leva o mesmo nome da empresa, a SVAA conta com cerca de 36 mil hectares de plantação e um Parque Industrial que ocupa aproximadamente 210 hectares.

Possui capacidade de processamento de 2,7 milhões de toneladas de cana-de-açúcar e produção de até 240 milhões de litros de etanol por safra. O etanol produzido será do tipo hidratado, utilizado como combustível.

Atualmente, com um quadro de mais de 1.100 colaboradores diretos, chegando a 1.600 no período de safra, a empresa é uma das maiores empregadoras da região e tem transformado a vida de muita gente por meio de oportunidade de crescimento e desenvolvimento profissional. (Com informações da SVAA)

 

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram