fbpx

Disputa entre Abengoa e Dedini Agro não entra em pauta no STJ

O julgamento pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) da disputa de US$ 150 milhões entre a empresa espanhola Abengoa e a brasileira Dedini Agro não entrou em pauta nesta quarta-feira, 6.

A expectativa era de que o STJ decidisse sobre a homologação ou não da decisão de uma corte arbitral internacional, a qual determinou o pagamento desse valor à Abengoa Bioenergia.

O caso envolve a compra, em 2007, de usinas de cana-de-açúcar da Dedini. Inicialmente, a análise estava agendada para 16 de março. A próxima corte está marcada para 20 de abril, quando a questão poderá ser apreciada.

A Abengoa chegou ao setor sucroenergético brasileiro em 2007 ao adquirir o controle da Dedini Agro por R$ 1,3 bilhão e assumir R$ 730 milhões em dívidas.

Foram compradas as unidades de processamento de cana localizadas em Pirassununga e São João da Boa Vista, ambas no interior paulista. O conglomerado espanhol, entretanto, afirma que teve prejuízos por causa de números superestimados de moagem divulgados pela Dedini.

As duas usinas da Abengoa têm capacidade instalada para quase 7 milhões de toneladas de cana por temporada. No ciclo 2016/17, que começa em abril, a expectativa da companhia é de processamento em torno de 5,8 milhões de toneladas.

Fonte: (Estadão Conteúdo)

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X