fbpx

Diretor de usina detalha financiamento de US$ 55 milhões com 3 anos de carência

Rodrigo Penna (no centro) e representantes da IFC (Foto: Divulgação/Jalles)

O diretor financeiro da Jalles Machado, Rodrigo Penna, visitou em maio a sede da International Finance Corporation (IFC), em Washington (EUA). Segundo o executivo, o objetivo da visita foi estreitar relacionamento e prospectar novos negócios.

Em 2017, Jalles Machado e IFC assinaram contrato de financiamento no montante de US$ 55 milhões para apoiar o plano de expansão da empresa.

“Para nós, foi uma satisfação muito grande sermos recebidos por um dos diretores globais da IFC. Realizar transações com a instituição chancela o já reconhecido nível de governança corporativa e a responsabilidade e transparência com que os negócios da Jalles Machado são conduzidos não só na área financeira, mas também socioambiental. Temos todo o interesse em ampliar essa parceria”, ressalta Rodrigo Penna.

Desse montante, US$35 milhões foram financiados diretamente pela IFC com prazo de 8 anos, US$15 milhões foram financiados pelo Rabobank por sete anos e US$5 milhões pelo ABN Amro por cinco anos.

Todas as operações possuem prazo de carência de 3 anos.

Expansão de área de cana

Os recursos foram utilizados para expandir a área de cana, implantar tecnologias de irrigação e realizar investimentos na planta industrial, que permitirão o aumento da moagem para mais de 4,7 milhões de toneladas de cana.

Rodrigo Penna ressalta que a operação alonga o perfil de endividamento, reforça a liquidez e diversifica as fontes de financiamento da Jalles.

“É um orgulho para nós conseguir realizar essa operação junto a uma instituição internacional com a credibilidade e do nível de exigência da IFC. Agradecemos a todos os nossos colaboradores que contribuem para o bom desempenho da Jalles e também a confiança dos nossos investidores e acionistas”, completa.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

X