JornalCana

Diretor da Fiesp/Ciesp enaltece benefícios do álcool combustível

“Conforme informou a Folha em 13/5, o petróleo rompeu a barreira dos US$ 40. Mais uma vez, poderemos ser surpreendidos pela falta de planejamento estratégico. O lógico seria a utilização das nossas fontes energéticas, que são mais limpas, para preservar o ambiente e a saúde da população. O potencial da biomassa energética brasileira é o maior do universo, tanto pelo baixo custo de produção (o álcool está sendo vendido pelas indústrias a R$ 0,40, já com impostos incluídos) como pela inesgotabilidade desse recurso.

O uso do álcool combustível, extraído da cana (que utiliza 1% das terras agricultáveis do país), além de reduzir as emissões de gases nocivos na atmosfera, melhora a qualidade (octanagem) da gasolina brasileira (que leva 25% de álcool) e ainda gera uma quantidade enorme de impostos e de empregos diretos e indiretos no campo e nas cidades. Usar o álcool combustível é melhor do que empregar o gás natural veicular (GNV), que vem da Bolívia, é subsidiado e não recolhe a Cide.”

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram