fbpx

Diretor da FENASUCRO assume também evento de petróleo da Reed

Feira Brazil Offshore é uma das mais importantes do setor

Paulo Montabone, diretor da FENASUCRO & AGROCANA, acaba de assumir também a gestão da Brazil Offshore, feira especializada em petróleo e gás.

Os dois eventos são promovidos pela Reed Exhibitions Alcântara Machado, empresa da qual Montabone é executivo.

Montabone conversou com o JornalCana sobre o novo posto à frente da Reed durante a 27ª edição da FENASUCRO & AGROCANA, que é realizada em Sertãozinho (SP) até na próxima sexta-feira (23/08).

O sr. acaba de assumir também a diretoria responsável pela feira de petróleo e gás (P&G) da Reed. Irá acumular com a gestão da FENASUCRO?

Paulo Montabone – É um momento profissional novo para mim. Fui gerente operacional da FENASUCRO durante muito tempo, e agora diretor das duas feiras. Vem o novo desafio que é tocar a feira Brazil Offshore, realizada em Macaé (RJ), que tem tudo a ver com o mercado de petróleo e gás.

 

Leia também:

Usinas Top10 apresentam seus cases de alta produtividade na Fenasucro

 

Há possibilidades de os fornecedores do setor sucroenergético abrirem mercado com a área de petróleo e gás?

Paulo Montabone – A nossa intenção é fazer com que o mercado de combustíveis comece a ter uma permeabilidade também aqui em Sertãozinho. Ou seja, as indústrias da cidade podem fornecer para o mercado petrolífero. É essa sinergia que eu estou incumbido de buscar entre a FENASUCRO e a Brazil Offshore, para fazer com que as duas feiras, que tenham a vocação da mobilidade de combustíveis, sejam eles biocombustíveis e não, tenham sinergia.

E fazer com as indústrias de nossa região, fornecedoras do setor sucroenergético, também possam ofertar seus produtos para esse mercado que terá expansão nos próximos anos, com o pré-sal.

A Brazil Offshore é realizada no mês de julho?

Paulo Montabone – Sim, é uma feira bianual realizada no mês de julho em Macaé (RJ

A FENASUCRO deverá abrir espaço para expositores de petróleo e gás?

Paulo Montabone – Por meio do CEISE Br, a FENASUCRO já esteve na Brazil Offshore deste ano com dez expositores para sentir o mercado de P&G. E é nessa sinergia que queremos trabalhar: trazer o empresário de Sertãozinho, e da macrorregião de Ribeirão Preto, para o mercado de petróleo e gás que ele ainda não conhece.

Tem muitos produtos que podemos trabalhar juntos, em termos de filtragem, de retirada do petróleo no pré-sal, bom bombas e tubulações, que podem ser utilizados por meio dessa sinergia.

No caso da FENASUCRO, como devem participar empresas da área de P&G?

Paulo Montabone – Na FENASUCRO o petróleo e gás vêm fazer compras. Por exemplo: estamos trazendo a British Petroleum (BP) para a feira, com sua demanda de compras, para identificar aqui quais são as possibilidades de novos fornecedores para petróleo e gás.

 

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X