fbpx

DI de curto prazo sinaliza corte de 0,25 ponto na Selic

Os contratos de Depósito Interfinanceiro (DI) de curto prazo negociados na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F) continuam precificando que o Comitê de Política Monetária (Copom) manterá o ritmo lento de redução de juros, ou seja, corte de 0,25 ponto percentual nos próximos meses. O DI de novembro, que concentra as apostas para a reunião do Copom deste mês, indicou juro anual de 19,29%, contra 19,31% do ajuste anterior.

No mercado de renda fixa, os analistas ainda estão divididos entre uma queda de 0,25 ponto percentual e 0,50 ponto na taxa Selic, atualmente 19,50% ao ano. Para ratificarem suas apostas os investidores aguardam a divulgação da produção industrial (amanhã) e do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), na sexta-feira.

Nesta manhã, a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) divulgou o resultado do Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). O indicador apontou inflação de 0,44% em setembro. A expectativa do mercado era de inflação de 0,42%. O avanço do índice em relação ao mês passado foi impulsionado principalmente pelos grupos Transportes e Saúde.

Na BM&F as projeções de juros dos contratos apresentaram declínio em função do recuo no preço do petróleo no mercado internacional. O barril tipo WTI com entrega para novembro encerrou em baixa de 1,73%, aos US$ 62,79 na Bolsa de Mercadorias de Nova York (NYMEX, na sigla em inglês), menor valor desde o dia cinco de agosto.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X