fbpx

Depois de safra recorde, Guarani mantém otimismo

2013-08-16 Alberto Pedrosa Presidente Guarani Credito Laurent Robert
Alberto Pedrosa, diretor presidente da Guarani

Prestes a iniciar a safra 2014/15, a Guarani ainda comemora os resultados do último ciclo. Na ocasião foram processadas 19,7 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, volume recorde na Companhia. No período, foram produzidos 1,6 milhão de toneladas de açúcar, 602 milhões de litros de etanol e 720 GWh de energia para a comercialização. No que se refere à produtividade agrícola, a Guarani registrou um rendimento de 92 t/ha, 10,6% mais que a média do setor no Estado de São Paulo.

De acordo com o Alberto Pedrosa, diretor presidente da empresa, a expectativa é de mais um ciclo positivo. “Apesar da falta de chuvas nos primeiros meses do ano, estamos confiantes de que iremos além do recorde da safra passada”, afirma Pedrosa. “Precisamos ainda estimar qual o impacto da seca do início do ano, mas acreditamos que será possível aumentar nosso volume de moagem e bater um novo recorde”, finaliza.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

X