fbpx

Delfim aponta motivo para falta de diálogo com governo

Em palestra na última sexta-feira, 25 de maio, em Sertãozinho, o economista e ex-ministro da Fazenda Antonio Delfim Netto afirmou que um dos motivos para a interrupção do diálogo do setor sucroenergético com o governo federal foi a alta do etanol no início de 2011. “A perda de diálogo entre o setor e o governo federal aconteceu no começo de 2011 após o disparo dos preços do etanol por falta de oferta do biocombustível”, lembrou.

No mesmo evento, o presidente interino da União da Indústria da Cana-de-Açúcar (Unica), Antônio de Pádua Rodrigues, disse que o o diálogo já foi retomado. “O presidente do nosso conselho e a ministra Gleisi Hoffmann, da Casa Civil, retomaram diálogo para avaliar o que o governo espera para a matriz energética até 2020.”

Parente confirmou a informação e disse estar confiante dos novos entendimentos com governo federal.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X