fbpx
JornalCana

Delegação do AgroBrazil visita indústria de etanol de milho em Dourados

Grupo conheceu, na quarta (20), as instalações da Inpasa, em MS

(Divulgação CNA)

A delegação de estrangeiros, que participa da 9ª edição do Programa de Intercâmbio do AgroBrazil, em Mato Grosso do Sul, conheceu, nesta quarta-feira (20), a unidade do Grupo Inpasa, que começou a operar em 2022 em Dourados.

Os principais produtos da empresa são o etanol, óleo de milho e DDGS (grãos secos de destilaria com solúveis) como fonte de proteína para nutrição animal e energia elétrica, por meio da transformação de biomassa de bagaço da cana, raiz de eucalipto, caroço de açaí.

Na unidade são produzidos 935 milhões de litros de etanol de milho por ano, contribuindo para o estímulo da produção do cereal de segunda safra na região, investimentos em tecnologia e geração de empregos e renda no campo e na cidade.

LEIA MAIS > Toyota híbrido flex é destaque no motor show da Indonésia

(Divulgação CNA)

“O etanol de milho gera 80% menos CO2 do que a gasolina. Além disso, promove a sustentabilidade por meio da geração de vapor e energia elétrica derivada de fontes renováveis, intensificação da produção de carne e leite, verticalização de produtos e fomento à silvicultura e a cadeia de biomassa”, disse o gerente comercial da Inpasa, Rui Farias Filho.

Durante a visita, o grupo, formado por diplomatas da Alemanha, Austrália, Canadá, Coreia, Emirados Árabes Unidos, Espanha, Indonésia, Reino Unido, Tailândia e Turquia, assistiu a uma palestra sobre a Inpasa e depois fez um tour na unidade, passando pelas áreas de pesagem de caminhões, armazéns verticais e horizontais, carregamento e descarregamento de milho, farelos e líquidos (óleo e etanol).

“O nosso objetivo com a visita é mostrar mais uma das alternativas que o Brasil tem para o produtor rural negociar sua produção de milho para ser transformado em combustível sustentável e quase carbono neutro, disponível no mercado brasileiro”, afirmou a assessora de Relações Internacionais da CNA, Elena Castellani.

LEIA MAIS > Garantindo fermentações e aumentando o rendimento da produção de bioetanol através da abordagem de deficiências micro e macronutricionais

(Divulgação CNA)

A oficial sênior de Política Econômica da Embaixada do Canadá, Raiza Martinelli, ficou bastante impressionada com toda a estrutura da Inpasa. “É muito bom saber que tem uma empresa como essa dentro do Brasil que está praticando a sustentabilidade de uma forma tão interessante. Foi muito positivo”.

A comitiva também conheceu a produção de fécula e amido de mandioca e fios de algodão da Cooperativa Sul-mato-grossense (Copasul), em Naviraí.

AgroBrazil – O programa de intercâmbio é realizado pela CNA, em parceria com a Apex-Brasil, com o objetivo de apresentar a realidade da produção agropecuária nacional para delegações estrangeiras e permitir um contato direto com os produtores rurais brasileiros. Nesta edição, a iniciativa tem o apoio da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Mato Grosso do Sul (Famasul).

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram