fbpx

Dedini anuncia quitação de dívida trabalhista em recuperação judicial

R$ 11,4 milhões são liberados para a quitação

O pedido de recuperação judicial da Dedini foi homologado em 2015 (Foto: Divulgação)

O Grupo Dedini obteve autorização da Justiça em pedido para liberar R$ 11.439.728,79 para quitar dívidas trabalhistas de seu processo de recuperação judicial.

Segundo a empresa, o pedido foi deferido pelo juiz Marcos Douglas Veloso Balbino da Silva, da 2ª Vara Cível de Piracicaba.

Na terça-feira (01/10), foram liberados alvarás judiciais para que os últimos 109 credores trabalhistas possam retirar os valores no banco.

Conforme a Dedini, com a decisão a empresa quita os débitos trabalhistas incluídos no processo de recuperação judicial.

No total, foram pagos mais de R$ 55 milhões a mais de 2.000 credores.

 

Leia também: 

Dedini começa de novo

 

 

Pendências

Em relato para a imprensa, a assessoria destaca informações da Mandel Advocacia, assessoria jurídica da Dedini.

“A verba utilizada para o pagamento da classe I é referente a valores desbloqueados em execuções fiscais e venda de imóveis das recuperandas”, relata.

Já os pagamentos às demais classes aguardam análise judicial.

No relato, a Mandel Advocacia destaca que a Dedini Indústrias de Base cumpre o plano de recuperação aprovado pelos credores.

Os pagamentos são fiscalizados pela Administradora Judicial Deloitte.

Em 2015

A recuperação judicial foi requerida pelo Grupo Dedini em 24 de agosto de 2015.

Já o plano de recuperação aprovado em agosto de 2016 pela assembleia de credores.

Ele foi homologado em fevereiro de 2017.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X