JornalCana

Czarnikow analisa custo de produção de açúcar ao redor do mundo

Confira os valores por países

(Divulgação Czarnikow)

Relatório da Czarnikow, trading britânica de alimentos e serviços, destaca o custo de produção de açúcar ao redor do mundo. O documento ressalta que o Brasil, Índia, UE, Tailândia e China são responsáveis por 65% da produção mundial de açúcar.

“Cada um tem suas particularidades quando se considera o custo de produção do açúcar, que pode variar de US$ 350/mt para o açúcar bruto no Brasil a US$ 833/mt para o açúcar cristal na China”, afirma Ana Zancaner, consultora da trading.

LEIA MAIS > Czarnikow reduz previsão de produção global de açúcar para safra 2022/23

Confira a análise da Czarnikow por países:

Brasil: USD 350/mt para açúcar bruto

Açúcar produzido no Brasil é feito a partir da cana, que as usinas plantam e/ou compram de fornecedores. O preço da cana no Brasil não é determinado pelo governo, mas pelo Consecana, que calcula uma média ponderada a partir dos preços mensais dos produtos derivados da cana. O custo agrícola no Brasil representa por volta de 70% do custo de produção do açúcar.

Índia: USD375/mt para açúcar bruto

O custo de produção do açúcar na Índia é maior que outros grandes exportadores devido ao alto preço da cana. O governo determina um preço mínimo (FRP) que é mantido artificialmente alto para proteger a renda dos pequenos fazendeiros – na Índia as usinas não detêm cana, e a maioria das propriedades é por volta de 2ha. A cana oferece um retorno maior que outras culturas, o que levou a Índia a situação atual de um grande excedente de produção de sacarose.

UE: USD 525-631/mt para açúcar refinado

O custo de produção na Europa subiu muito recentemente devido à alta de preços de gás natural e aumento dos preços de beterraba, que subiram para garantir que os fazendeiros continuassem a plantar beterraba. Os preços geralmente são determinados antes da safra e então não tendem a responder rapidamente ao aumento de preços de açúcar.

Tailândia: USD360/mt para açúcar bruto e USD407/mt para refinado

Na Tailândia, a maior parte das fazendas são pequenas e tem contratos de fornecimento com as usinas. O custo agrícola representa até 80% do custo de produção do açúcar, então o preço da cana tem um impacto significativo.

O preço da cana é determinado pela receita total do sistema de Cotas de açúcar Tailandês, onde 25% da produção consiste em açúcar branco e refinado para consumo doméstico (Cota A) e os 75% restantes são de açúcar bruto para exportação (Cotas B e C).

China: USD812/mt para açúcar cristal de cana e USD833/mt açúcar cristal de beterraba

90% do açúcar produzido na China é feito a partir de cana. O custo agrícola representa 74% do custo de produção do açúcar, então o preço da cana tem um impacto significativo.

Durante a safra 2019/20, o governo determinou o preço da cana com referência à região de Guangxi, que é responsável pela maior parte da produção de açúcar chinesa.

Embora o contrato é entre as usinas e fazendeiros, o governo ainda determina que o preço da cana não deve ser menor que o da safra 2019/20. Dessa maneira, desde então, o preço tem permanecido mais ou menos o mesmo.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram