fbpx

Curso da área industrial promove encontro de gestores do setor e apresenta novas tecnologias

Destilação, Desidratação e Aproveitamento de Vinhaça, foram os temas do segundo dia do curso promovido pela ProCana/Sinatub, no hotel Oásis Tower, em Ribeirão Preto (SP). O evento reuniu dezenas de representantes do mercado sucroenergético e apresentou novas tecnologias, processos e informações para o setor.

Para o Consultor de Negócios da JW Equipamentos, Murilo Machado, o curso é um facilitador entre produtores de tecnologia e as usinas. “Hoje as indústrias buscam fazer mais com menos, por isso, devemos fortalecer essa parceria, incentivar a troca de experiências, buscando sempre o melhor resultado”, afirmou.

“Esses eventos são sempre positivos e acrescentam conteúdo técnico, informações e experiências aos representantes das indústrias e tomadores de decisões do setor”, diz Maria Sicchieri, diretora da VS Engenharia. “Além do mais, é possível atingir novos mercados, ampliar nosso campo de atuação e aumentar nossas perspectivas de negócios através do network realizado durante os coffee-breaks”, acrescentou.

Segundo o Engenheiro de Aplicação da Citrotec e também palestrante no curso, Guilherme Fernandes, é muito importante falar de destilação e concentração de vinhaça. “O cenário atual do mercado sucroenergético está inclinado para o mercado de açúcar, entretanto, não podemos deixar de lado o etanol, combustível necessário para o Brasil e o mundo, por isso, o evento amplia o espaço para discutir essa realidade”, ressaltou.

“O evento reúne técnicos que conhecem o que existe de mais moderno em tecnologia no setor, visando aumentar a produtividade, vapor e outras áreas industriais das usinas”, acrescentou Thalles Barreto, diretor da Velho Barreto Consultoria. “Foi muito bom!”, concluiu.

A exposição que o evento proporciona para as empresas parceiras, chamou atenção da Consultora de Negócios da Authomathika, Thaisa Almeida. “Foi possível encontrar com clientes e potenciais clientes durante o evento, um network muito importante”, afirmou.

Panorama do curso

Para o diretor-presidente do grupo ProCana Brasil, Josias Messias, e organizador do evento, foi possível alcançar todas as áreas da indústria, bem como, superou suas expectativas. “Novamente trabalhamos para o aprimoramento técnico dos profissionais e gestores das usinas, alcançando áreas de recepção, preparo, extração, tratamento de caldo, processos, fermentação, destilação, desidratação, aproveitamento de vinhaça e fábrica de açúcar”, apontou.

Segundo o organizador do evento, a diversidade dos palestrantes colaborou para ampliar o leque de soluções disponíveis no mercado sucroenergético. “O conteúdo, profundidade, diversidade dos assuntos e os vários âncoras com pontos de vista diferentes, mesmo sendo da mesma área, acrescentou conhecimentos específicos aos participantes”, ressaltou.

Melhorias para resultados

“Quando resolvemos gargalos, problemas, ou ficamos atentos a oportunidades de melhorias produtivas e operacionais, aumentamos a produção de etanol, açúcar, aumentamos a sobre do bagaço e reduzimos custos, gerando ganhos econômicos”, afirmou Josias.

Pensando no próximo

“Terminamos esse curso e começamos a trabalhar nos próximos. Vamos realizar o curso de recepção, preparo e extração no dia 31 de novembro e o curso de fabricação, secagem e embalagem no dia de 01 de dezembro desse ano”, lembrou Josias.

Painel de debates

“Ousadia” foi a palavra da vez no painel de debates, durante o curso de Destilação, Desidratação e Aproveitamento de Vinhaça. Os convidados debateram o mercado atual e pontuaram as perspectivas para o futuro. “Precisamos buscar mudanças e excelência dentro do escopo de trabalho de cada um” afirmou Josias Messias, diretor-presidente do grupo ProCana Brasil. “Se não é possível fazer grandes mudanças, devemos começar pelas pequenas”, acrescentou.

Confira galeria de imagens sobre o evento:

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X