fbpx

Crise não pode justificar falta de investimento em cana

A crise do setor sucroenergético, iniciada em 2008 e, por alguns especialistas, já considerada como uma das piores da história, trouxe consigo seus inúmeros percalços, mas jamais eles podem ser usados como justificativa para a falta de investimento no setor agrícola.

“Causou endividamento, perda de competitividade diante da gasolina e até problemas climáticos. Só no começo da crise quase 60 usinas fecharam as portas na região Centro- Sul, e em 2014, mais de 10 encerram suas atividades, resultando na perda de 60 mil empregos”, observa o coordenador do grupo Fitotécnico de Cana-de-Açúcar, de Ribeirão Preto, Marcos Landell.

De acordo com ele, esta última crise do setor seguiu intensa até meados de 2015, aumentando o endividamento das empresas e causando a desestruturação da indústria de base, atrapalhando novos investimentos por falta de perspectiva em função de um cenário desanimador e sem acenos de política pública. Mas, o setor agrícola, o coração do setor, não pode prescindir de investimentos.

Tanto dos próprios empresários quanto de apoios governamentais.

Leia matéria completa clicando aqui.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X